Em 1957, a antiga União Soviética lançou com sucesso o primeiro satélite artificial da Terra, o Sputnik 1, um acontecimento que, em plena Guerra Fria, serviu de mote para que os EUA decidissem entrar na corrida espacial. A 29 de julho de 1958, o presidente Eisenhower assina a Lei Nacional de Aeronáutica e Espaço, criando a NASA.

Desde então, a agência espacial norte-americana já “visitou” Saturno e Mercúrio, explorou Marte, plantou alfaces, flores e uvas na Estação Espacial Internacional e até já protagonizou uma partida de ténis fora das barreiras terrestres. E tudo começou naquele que foi considerado “um pequeno passo para o Homem, um grande passo para a Humanidade”.

Ao longo de seis décadas e com a exploração do Espaço a trazer novos desafios que exigem novas soluções, as pesquisas da NASA também têm dado origem a numerosas ferramentas e tecnologias que foram adaptadas para uso terrestre, conduzido a grandes avanços na aviação, na indústria espacial e em outras áreas.

NASA investe em novas parcerias para desenvolver tecnologias de exploração espacial
NASA investe em novas parcerias para desenvolver tecnologias de exploração espacial
Ver artigo

Seja dentro de portas, seja através de parcerias internacionais, o trabalho da agência espacial tem causado um grande impacto mundial que se traduz em melhores condições de saúde e medicina, transporte, segurança pública, produtos de consumo, tecnologia da computação e recursos ambientais e agrícolas.

Para o futuro, está previsto o regresso à Lua de forma a“ aprender mais sobre o que será necessário para apoiar a exploração humana em Marte”, explica a agência no seu site, garantindo que continuará a tentar responder à pergunta: "Estamos sozinhos?".

Espreite a galeria com alguns dos muitos momentos-chave dos 60 anos da agência espacial norte-americana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.