Os astrónomos descobriram o quarto exoplaneta a orbitar a estrela Kepler 160, que tem semelhanças com o nosso Sol. Batizado de KOI-456.04, é referido pelos investigadores como bastante semelhante à Terra, tanto ao nível do tamanho, como a sua órbita, tornando-se um dos principais candidatos a conter condições habitáveis como o nosso planeta, ainda que esteja localizado a cerca de três mil anos-luz, avança o MIT Technology Review.

O achado (cujo estudo pode consultar aqui) estimulou a comunidade científica a procurar por mais planetas em torno do Kepler-160, pela grande probabilidade de se encontrar um planeta com a iluminação necessária para ter condições de vida semelhantes à Terra. Essa tem sido a técnica mais utilizada pelos investigadores, o foco na sua iluminação, para descartar aqueles que recebem radiação infravermelha.

O que tem chamado à atenção dos cientistas é que a Koi 456.04 tem um tamanho um pouco menos que o dobro da Terra, mas mantém uma distância do Kepler-160 semelhante ao que o nosso planeta tem do Sol. A sua órbita é de 378 dias e recebe aproximadamente, em 93%, a mesma quantidade de luz que a Terra do Sol. É referido que o Kepler-160 é mais “calmo” no que diz respeito à emissão de radiações que extinguem qualquer possibilidade de vida.

O estudo refere que os investigadores têm 85% de certeza de que o KOI-456.04 seja um planeta, mas para ser considerado um exoplaneta certificado requer 99% de certeza. É agora necessário proceder a observações diretas, recorrendo, por exemplo, ao telescópio da NASA, James Webb Space Telescope para o trabalho. O Plato da ESA, previsto ser lançado ao espaço em 2026, também poderá dar uma ajuda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.