A primeira fase do projeto tem a duração de 15 meses, com os trabalhos a terem início já no próximo mês de fevereiro, refere a fabricante portuguesa em comunicado.

O projeto inclui a construção de uma fábrica na Bolívia, bem como a produção de equipamentos para os alunos daquele país.

Os primeiros 125 mil equipamentos, que incluem desde computadores para professores, convertíveis para alunos, tablets desenhados para a educação e os novos dispositivos"2 em 1" (tablets e computador simultaneamente), serão entregues ainda durante 2014.

"Estamos muito satisfeitos. Temos muito orgulho em promover Portugal, com a entrada em mais um país", afirma Jorge Sá Couto, presidente da JP - inspiring knowledge. "Trata-se de uma dupla vitória. O resultado deste concurso internacional vem reforçar e premiar o esforço diário de toda a equipa JP".

A empresa portuguesa participou no concurso promovido pelo governo boliviano a par de organizações argentinas e asiáticas, acrecsenta-se na nota enviada à imprensa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.