Rudy Mendes é lusodescendente e dono da empresa de drones Skycine, tendo operações em França e no Canadá. Mas o novo projeto do empresário passa por outra vertente do segmento dos drones - a pilotagem.

Através da abertura de uma escola de voo na freguesia de Cortes de Meio, na Covilhã, Rudy Mendes quer mostrar como os drones são uma mais valia para o estudo da natureza e até para o combate às chamadas durante as épocas críticas.

Foram até os incêndios que houve na Serra da Estrela em 2013 que impulsionaram o projeto em território nacional. "No ano passado, os incêndios que se registaram na região fizeram-me pensar que era importante trabalhar aqui", explicou o empresário à Lusa.

A nível de incêndios, por exemplo, um drone é capaz de sobrevoar a área e definir com precisão a posição do fogo e qual a zona já afetada. Com informação mais precisa a ação dos bombeiros e proteção civil pode também ela ser mais concreta e coordenada.

De acordo com Rudy Mendes, prevê-se que dentro de pouco tempo a União Europeia exija que todos os pilotos de drones tenham formação, sendo portanto esta uma iniciativa que antecipa uma obrigatoriedade e que vai gerar procura. Até ao final do ano deve acontecer a inauguração da escola.

Amanhã, 26 de fevereiro, membros da Câmara Municipal da Covilhã, da Proteção Civil Municipal, da Proteção Civil Distrital, dos bombeiros locais e da Universidade da Beira Interior vão assistir a um voo experimental que vai mostrar as mais valia da prática dos drones em zonas com muita área verde.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.