A nível mundial a Lenovo já conseguiu o segundo lugar no mercado de PCs, que está cada vez mais concentrado, e a herança da história e da experiência da IBM, cujo negócio adquiriu em 2005, são uma das bases que sustenta os números, aos quais tem sido adicionada inovação e serviço ao cliente.

Em Portugal a marca tem conquistado várias metas, mantendo-se integrada no negócio ibérico onde as vendas para o mercado português têm um peso de 15%.  Só na área de consumo a Lenovo conseguiu no ano passado um crescimento de 42% face ao ano anterior, aumentando a quota de 11 para 16%, números que foram hoje partilhados por Miguel Coelho, Business Manager da Lenovo em Portugal, durante uma conferência de imprensa que serviu também para mostrar o novo portfólio de produtos anunciados na CES e no MWC.

A área de consumo é a que tem maior peso nas vendas, mas a Lenovo tem crescido também no segmento de PME, aumentando as vendas em 38% no ano passado e passando para segunda posição no terceiro trimestre de 2017. Nos tablets a Lenovo conseguiu em dezembro a primeira posição em vendas, apesar de admitir que pode não manter este lugar no ranking de vendas neste segmento.

tek apresentação lenovo

Miguel Coelho mostra-se satisfeito com os resultados, mas garante que quer continuar a evoluir. “Queremos um crescimento sustentado neste mercado e a nossa estratégia não é de apenas crescer com base em preço”, afirmou o Business Manager.

A expectativa é que também no mercado empresarial o negócio apresente um crescimento importante em 2018, assim como na Administração Pública, onde a Lenovo entrou no ano passado através dos processos de compras públicas geridos pela ESPAP.

Trunfos para crescer no mercado português

As áreas de notebooks, media tablets e portáteis de jogos estão entre as apostas da Lenovo, que tem nas marcas Yoga e ThinkPad as principais armas estratégicas. Este ano a empresa acumulou vários prémios na CES e os produtos mostrados na feira norte americana e depois no MWC, em Barcelona, começam a chegar às lojas.

Alguns dos modelos serão comercializados já em abril e maio em Portugal, mas chegam "desfalcados", sem a componente de assistentes virtuais que foi mais elogiada. A adaptação à língua portuguesa justifica o atraso, e Vasco Oliveira admite que não conta com estas funcionalidades ativas "antes de 2019". Já a componente de realidade aumentada e realidade virtual, com os óculos Lenovo Explorer e Lenovo Mirage AR, deve chegar ao mercado português ainda este ano, e haverá também novidades nos conteúdos e parcerias com a Disney, explicou o gestor da área de consumo da Lenovo.

Na área de consumo o destaque vai para os Lenovo Yoga 530 e 730, de que o SAPO TEK já falou, e que continuam a apostar num aspeto mais premium e algumas novidades, como a redução da moldura dos ecrãs, fast charging e redução de peso para mais mobilidade. O suporte da caneta Lenovo Active Pen 2, que só está incluída de base na compra dos modelos 730, é uma das vantagens desta linha que conta com várias opções para o Yoga 530 de 14 polegadas e para o Yoga 730, incluindo as versões com ecrãs de 13 e 15 polegadas.

O modelo Yoga 530 de 14 polegadas está à venda em maio com preços a partir de 699 euros, enquanto o Yoga 730 de 13 polegadas tem um preço de venda a público a partir de 1.499 euros e o de 15 polegadas um valor a partir de 1999 euros, ficando ambos disponíveis em maio.

Na linha mais profissional o destaque vai para os novos ThinkPad X1, nas versões Carbon, Yoga e Tablet para maior versatilidade. Para além de estarem mais adaptados às exigências dos road warriors profissionais, estes portáteis têm algumas características muito interessantes, como os dispositivos de segurança para a cobertura da webcam. O X1 Yoga tem ainda o pormenor de funcionar como dois em um, tablet ou portátil, recolhendo automaticamente as teclas quando é transformado em tablet para apresentar uma superfície mais homogénea.

Os modelos ThinkPad X1 Carbon chegam às lojas em abril com um preço recomendado de 1.499 euros, enquanto o ThinkPad X1 Yoga vai custar a partir de 1699 euros e está disponível também em abril. O tablet X1 vai ter um preço a partir de 1.699 euros e estará à venda também no próximo mês.

Nota da Redação: Foi adicionada mais informação depois da conferência de imprensa. 2a atualização - foi corrigido o preço do Yoga 730 de 13 polegadas.  Última atualização 21/03/2018 às 13h06.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.