Numa altura em que todos os cêntimos contam, o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores - Tecnologia e Ciência (INESC TEC) está a liderar um projeto que promete reduzir as despesas energéticas no final do mês. O AnyPLACE é uma plataforma que pretende interagir com os sistemas de contagem dos fornecedores de eletricidade, água e gás para que possa ser escolhida a tarifa mais benéfica para o consumidor.

O Adaptable Platform for Active Service Exchange, ou AnyPLACE, é um projeto resultante de um consórcio europeu no âmbito do programa Horizonte 2020 e que mereceu um financiamento de 2,97 milhões de euros, quase todo ele (2,44 milhões) vindo da Comissão Europeia.

Tal como disse ao TeK o professor João Peças Lopes, diretor do INESC TEC, esta plataforma "permite a ligação com diversos eletrodomésticos e os próprios operadores em tempo quase real, oferecendo a possibilidade de os consumidores serem informados sobre possíveis equipamentos que poderiam estar desligados", sem que isto afete "os seus níveis de conforto" ou o bom funcionamento da máquina.

O objetivo é que, através de um dispositivo, adaptado a qualquer habitação independentemente das tecnologias existentes, se faça uma monitorização e uma escolha das melhores tarifas de água, gás e, sobretudo, de eletricidade, tendo em conta os hábitos de consumo e utilização das pessoas.

[caption]Nome[/caption]

"Se o dono da instalação autorizou que um eletrodoméstico possa ser desligado durante um certo tempo do dia, a plataforma tem capacidade para ligar ou desligar estes equipamentos com base nas informações que recebe do exterior", continuou o diretor.

Juntamente com o instituto português estão a colaborar mais sete parceiros, incluindo universidades da Alemanha e da Áustria.

Quanto e onde?

Apesar de esta ser um solução bem-vinda por muitas pessoas, a verdade é que ainda será preciso esperar mais alguns anos até que o produto comece a chegar às casas do consumidor final. Para já, segundo conta João Peças Lopes, o projeto, que começou em 2014 e tem a duração de 36 meses, passa por uma fase ainda embrionária e os primeiros testes "em ambiente real" deverão ser realizados apenas em 2017, em Portugal e na Alemanha.

Quando chegar às lojas, o custo desta tecnologia não deverá superar os 100 euros, mas este será um investimento fácil de recuperar a médio prazo. "Os avisos de campanhas que as pessoas recebem sobre a forma como gastam energia, induzem a comportamentos mais eficientes e levam a poupanças na ordem dos 5 a 15%", afirmou o diretor, acrescentando que o AnyPLACE "vai para além disso, pois não só o consumidor está a ser informado sobre os seus comportamentos como há um procura automática por uma solução melhor".

"É possível poupar bastante mais", acrescentou o investigador.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.