De forma a incentivar os clientes de internet a testar a velocidade e qualidade dos seus serviços, a ANACOM lançou uma versão melhorada da aplicação NET.med, que conta agora com uma área reservada para utilizadores, o My NET.mede. O objetivo é que os utilizadores tenham uma experiência de utilização mais intuitiva e útil. Para tal tem novas funcionalidades, assim como um novo ambiente gráfico.

Entre as novas funcionalidades, os utilizadores podem agora caracterizar de forma mais detalhada as suas ligações à internet, assim como personalizar os nomes dos acessos e equipamentos onde são feitos os testes, distinguindo assim cada dispositivo da casa, por exemplo. Poderá ainda acompanhar o progresso das análises dos vários parâmetros. Por fim, pode ter acesso ao relatório completo dos testes, acompanhado de exemplos de serviços que consegue usufruir considerando os valores do diagnóstico.

Por outro lado, na área pessoal, será registado o histórico dos resultados, os quais pode consultar quando necessário, por acesso e equipamento, mediante a configuração que fizer. Pode também ter acesso a relatórios qualitativos sobre os serviços possíveis com base nas respetivas ligações. Os resultados dos testes, que podem ser consultados através de gráficos interativos, listados por dias ou horas, estão disponíveis na área durante dois anos. Pode extrair os resultados dos testes em formatos gráficos ou tabelas.

A reguladora informa que para ter acesso à nova atualização, os utilizadores antigos necessitam de alterar a sua palavra-passe, tendo em conta novos critérios de segurança dos dados.

A ANACOM recomenda a realização de vários testes em diferentes dias e horários, oferecendo para tal uma funcionalidade de agendamento de testes automáticos. Os resultados obtidos podem depois ajudar a suportar a queixa junto aos operadores de eventuais problemas que possa ter.

A primeira versão da aplicação foi lançada em 2013 e segundo a reguladora, já foram feitos mais de 3 milhões de testes através do serviço. A ANACOM revelou ainda que a atualização da aplicação faz parte de uma nova forma de avaliar a qualidade de serviços móveis, à semelhança dos testes feitos recentemente ao Alentejo, região que recebeu “nota negativa” da reguladora.

As várias versões da aplicação (iOS, Android, Windows  MacOS) estão disponíveis na página oficial do serviço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.