O fundador do polémico serviço de alojamento e partilha de ficheiros Megaupload, prepara-se para lançar um novo site, destinado a promover compra e venda de música digital entre artistas e fãs, sem intermediários.

O Kim Schmitz, mais conhecido como Kim Dotcom, publicou no seu perfil do Twitter uma imagem do serviço que afirma estar a preparar, e a que chamou Megabox, relata a imprensa internacional. O serviço ainda não tem data lançamento anunciada, mas o fundador garante que o projeto é para vingar.

"As grandes editoras pensavam que o Megabox estava morto. Artistas rejubilem. Ele vem aí e vai libertar-vos", escreveu o alemão de 38 anos, citado pela BBC.

[caption]Imagem: TorrentFreak[/caption]

Numa entrevista dada o ano passado ao TorrentFreak, o responsável disse que o plano passava por deixar os músicos ficarem com 90% dos ganhos conseguidos com a sua música.

O empresário ainda enfrenta um processo em tribunal em que é acusado de associação criminosa e violação de direitos de autor, por ter fundado uma plataforma alegadamente usada para partilha ilegal de ficheiros.

Kim Dotcom foi preso na Nova Zelândia em janeiro, na sequência de um mandado internacional que levou também à apreensão de material e encerramento do serviço, e está a aguardar em liberdade o julgamento, previsto para o início de agosto. Está também à espera da decisão das autoridades sobre um pedido de extradição apresentado pelos EUA, e que já não deverá ser apreciado antes de julho.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.