Conforme já tinha sido avançado pelo TeK em Julho, a FCCN vai iniciar a comercialização de nomes de domínio com caracteres portugueses, permitindo assim registar marcar ou endereços com caracteres acentuados. Esta era uma possibilidade que já estava a ser estudada pela Fundação e a partir de 1 de Janeiro entra em funcionamento.



Os interessados poderão assim registar nomes de domínio onde entrem acentos e cês cedilhados, como por exemplo www.omeubebé.pt ou www.a-minha-língua-é-o-português.pt, sendo que o preço de registo de domínio se mantém o mesmo que é praticado para um registo sem caracteres portugueses.



Para evitar problemas de duplicação de registos com nomes conhecidos que já estejam utilizados sem os caracteres portugueses, a FCCN reservou um período de seis meses durante o qual só podem efectuar registos de endereços com caracteres acentuados os detentores do mesmo domínio. Assim, os donos do endereço www.omeubebe.pt poderão registar o domínio www.omeubebé.pt, pagando um novo registo.



Depois de 1 de Julho de 2005 todos os interessados poderão fazer novos registos com os caracteres especiais da língua portuguesa, alargando assim a diversidade de endereços na Internet e mantendo a fidelidade dos mesmos à língua portuguesa.



Os registos no domínio .com.pt - que tradicionalmente gozam de regras mais flexíveis - só poderão iniciar o registo com caracteres especiais a partir de 1 de Julho de 2005.



A FCCN explica em comunicado que espera com esta alteração poder melhorar a experiência de navegação para os utilizadores da língua portuguesa, mantendo igualmente a diversidade linguística e a integridade das marcas e identidade das empresas portuguesas.



O alargamento do número de caracteres básicos disponíveis para o registo de endereços internet tem sido uma opção de diversos países um pouco por todo o mundo, tentando ultrapassar os limites impostos pela adopção inicial da língua inglesa.



Existem porém alguns problemas, já que para os utilizadores acederem às páginas com os endereços que utilizam um conjunto alargado de caracteres é necessário que tenham um plug-in para o browser, ou que utilizarem o Mozilla que já tem essa funcionalidade integrada. Por enquanto o plug-in DNS-i da Verisign é o mais estável mas espera-se que surjam mais entidades a garantir essa funcionalidade.

Notícias Relacionadas:

2004-04-28 - Nomes de domínios vão ganhar caracteres portugueses ainda este ano

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.