Nos primeiros seis meses do ano, a Administração Pública portuguesa investiu 237,6 milhões de euros, num total de 1.451 adjudicações, no setor tecnológico em Lisboa, indica uma nova análise da TendersTool.

Segundo dados avançados pela plataforma de análise e consultoria, no período homólogo em 2022, o valor deste investimento tinha atingido os 364,9 milhões de euros, com um total de 1.808 adjudicações.

Olhando para os principais adjudicatários de projetos públicos, contam-se a NOS, com projetos avaliados num total aproximado de 19,8 milhões de euros; a MEO, com 19,7 milhões de euros; e a Crayon Software Licensing, com 12,2 milhões de euros.

Em destaque estão também os investimentos em TIC dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), com 55,8 milhões de euros; do Instituto de Informática, com 29,7 milhões de euros; e da Autoridade Tributária e Aduaneira, com 15,1 milhões de euros.

De acordo com a TendersTool, entre os projetos que se destacaram no primeiro semestre do ano incluem-se a “aquisição de licenciamento colaboração, servidor e computação em nuvem”, por 9,5 milhões de euros, entre os SPMS e a Crayon Software Licensing.

Segue-se a "aquisição de Serviços de Licenciamento de Software Microsoft e Serviços Conexos para as Entidades do SNS", por  5,7 milhões de euros, entre os SPMS e a Claranet II Solutions; e o "licenciamento de Software Microsoft", por 3,8 milhões de euros, entre a Comboios de Portugal (CP) e a Claranet II Solutions.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.