O plano associado à criação do parque tecnológico de Bragança (Brigantia Ecopark) prevê que num prazo de 10 anos venha a contribuir para criar 480 novos empregos na região, fixando 110 empresas. O investimento na infraestrutura ascendeu aos 9,5 milhões de euros.

Para já nenhum dos projetos que a autarquia quer captar para a nova estrutura se instalou, mas em declarações à Lusa Hernâni Dias, presidente da câmara, garante que já foram aprovadas algumas candidaturas e que as empresas em questão fazem a mudança para o novo parque quando entenderem.

O autarca também defende que o processo de captação de empresas é "contínuo, demorado porque a infraestrutura tem uma grande capacidade para instalação de empresas", mas mostra-se confiante na capacidade de atrair vários projetos para a infraestrutura.

O Brigantia foi pensado para agregar projetos inovadores na área ambiental. É inaugurado esta sexta-feira pelo Primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.