A Comissão Europeia vai avançar com uma investigação aprofundada à compra da Activision Blizzard, um negócio de 69 mil milhões de dólares, anunciado em janeiro, mas ainda “preso” nas dúvidas dos reguladores em diferentes geografias.

A decisão, que já era esperada para esta terça-feira, acabou por ser confirmada ao final da tarde em comunicado. "A investigação preliminar da Comissão mostra que a transacção pode reduzir significativamente a concorrência nos mercados de distribuição de videojogos para consolas e PC, incluindo serviços de assinatura multijogos e/ou serviços de transmissão de jogos em nuvem, e para sistemas operativos de PC".

Na mesma nota refere-se que os dados já apurados permitem concluir que a Microsoft tem capacidade e potencial motivação financeira para levar a cabo estratégias que fechem o mercado aos concorrentes e que esse tipo de estratégias podem “conduzir a preços mais altos, qualidade inferior e menos inovação”, que acabará por afetar o consumidor.

Entre os receios dos reguladores e dos concorrentes, sobretudo de empresas como a Sony, que lidera o mercado das consolas, estão o destino da oferta de jogos do universo Activision Blizzard, quando a Microsoft passar a controlar a empresa.

O Call of Duty, uma das séries mais rentáveis de sempre nos videojogos, é uma das grandes preocupações da dona da Playstation. A Microsoft tem garantido que não tem planos para trancar os jogos da Activision Blizzard na Xbox, mas aparentemente não tem conseguido convencer. O regulador britânico também tinha anunciado em setembro, o avanço da investigação ao negócio para uma fase aprofundada.

A Microsoft já reagiu, à decisão indicando que vai trabalhar com a Comissão Europeia para tentar endereçar as preocupações identificadas durante os próximos meses, três, se o prazo máximo previsto para este tipo de investigação for cumprido, o que atira uma decisão para finais de março do próximo ano.

Entretanto, o New York Post já tinha publicado uma notícia, citando fontes próximas ao processo, a indicar que a Microsoft pode já estar decidida a recuar no negócio, que não esperava ver tão contestado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.