Nos próximos 12 meses, os produtos e serviços relacionados com compra de bilhetes, lazer e cultura vão ser os mais procurados pelos consumidores nacionais nas plataformas online, com 35% dos inquiridos a destacarem estas áreas. Esta percentagem representa um aumento de 6% face a 2018, de acordo com o relatório.

Esta categoria é escolhida em primeiro lugar sobretudo entre os consumidores com 25 e 65 anos, da Grande Lisboa (45%), região Norte (40%) e do sexo masculino (45%).

Trinta e três por cento dos portugueses elegem os artigos de moda, que surgem em segundo lugar nas preferências, o que se traduz numa redução de 8% face a 2018. Este tipo de bens é o mais procurado pelos residentes no Grande Porto (47%), entre os 18 e 24 anos, mas também entre as inquiridas do sexo feminino (60%).

Já as compras relacionadas com viagens e estadias foram mencionadas por 24% dos consumidores, com destaque para o norte do país (31%) e entre os inquiridos com idades entre os 25 e os 34 (30%).

Quanto ao valor gasto em compras, 80% dos consumidores demonstra intenção de gastar o mesmo que no último ano, valor que rondou os 606 euros. Apenas 14% pretendem gastar mais do que no último ano e 7% preveem reduzir gastos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.