O país ficou a conhecer, a 15 de outubro, a composição ministerial do Executivo que vai estar à frente de Portugal durante os próximos quatro anos. De entre as mudanças ao Governo destaca-se a área da economia que passou a chamar-se Ministério da Economia e da Transição Digital. Outro destaque vai para a modernização, e a linha de transformação do Simplex, que passa a estar nas mãos do Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública.

O primeiro-ministro, António Costa, apresentou esta manhã, 21 de outubro, os nomes dos 50 novos secretários de Estado do Executivo. O XXII Governo contará ao todo com 70 elementos, tal como indica a página da Presidência da República. Com o elenco governativo completo quais são as mudanças nas áreas da ciência e da tecnologia?

Nos secretários sob a dependência do ministério de Estado, da Economia e da Transição Digital estreia-se André de Aragão Azevedo. O secretário de Estado a cargo da Transição Digital era, desde janeiro de 2018, Diretor Executivo de Tecnologia da Microsoft Portugal.

Ao Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública, uma pasta assumida agora por Alexandra Leitão, somam-se três secretários de Estado. A Maria de Fátima de Jesus Fonseca, que tem a seu cargo a Inovação e da Modernização Administrativa, juntam-se duas novas figuras: José Couto, na Administração Pública, e Jorge Botelho, na Descentralização e da Administração Local.

Já a composição da área da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior mantém-se inalterada em relação ao Executivo anterior, sendo liderada pelo ministro Manuel Heitor e contando com João Sobrinho Teixeira como secretário de Estado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.