Os smartphones de fabricantes chinesas são cada vez mais competitivos, oferecendo boas especificações a um preço relativamente baixo. No último trimestre de 2016, estas registaram um aumento nas vendas de 12,8% em relação ao quarto trimestre de 2015 e um aumento de 4,4% em comparação com o terceiro trimestre de 2016.

O estudo, levado a cabo pelo Digitimes Research e citado pelo Android Headlines, afirma que, no total, foram vendidos 181,8 milhões de smartphones nos últimos três meses do ano.

Os analistas acreditam que este valor foi atingido principalmente pela crescente adoção de serviços 4G. A tendência poderá ter sido impulsionada pela operadora estatal China Mobile, que nos últimos anos adotou uma política agressiva de subsidiação de equipamentos para redes de quarta geração.

Várias fabricantes terão também atingido um número recorde de vendas entre outubro e dezembro do último ano. Só neste período, registou-se um aumento de 4,7% nas exportações em relação ao período homólogo, tendo sido vendidos um total de 80 milhões de dispositivos para fora da China.

A Huawei terá sido a fabricante com o melhor registo de exportações. A Oppo ficou atrás da fabricante do P9 e a Vivo "fechou o pódio". A Huawei e a Oppo conseguiram, entre si, exportar um total de 30 milhões de smartphones no quarto trimestre de 2016. Apesar de a Huawei, Oppo e Vivo terem atingido o seu maior número de vendas no trimestre em questão, o preço médio dos seus dispositivos também cresceu durante o mesmo período.

O mesmo estudo acredita que, apesar dos resultados positivos, as vendas das fabricantes chinesas deverá diminuir durante os primeiros três meses deste ano. Ainda assim, mesmo tendo em conta que se vendem menos dispositivos nesta altura, estas empresas deverão atingir um total de vendas de 130,5 milhões de dispositivos no trimestre que termina em março deste ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.