Zeinal Bava, CEO da Oi e CEO da empresa que resultará da fusão, explicou hoje em conferência de imprensa o negócio que junta as duas operadoras telecomunicações.



Com mais de 100 milhões de clientes atuais e um potencial de 260 milhões de utilizadores nos mercados aos quais se dirige, a PT e a Oi apresentaram hoje a proposta de fusão das duas operações como um passo na criação de um "grande operador de língua portuguesa".



No evento, Zeinal Bava adiantou que a posição que o grupo passa a garantir - transformando-se num dos maiores 20 operadores de nível mundial - permite ambicionar a expansão do negócio para outros mercados de língua portuguesa, mas também cria a oportunidade de ir além disso. "Não vamos ficar reféns da língua portuguesa", defendeu.



Os mercados da língua portuguesa serão a prioridade do grupo durante o período de reorganização, em que a prioridade será explorar as oportunidades de crescimento no mercado fixo, e sobretudo móvel, nos países de referência. A prazo, o objetivo estende-se a explorar oportunidades noutros mercados.



Zeinal Bava também garantiu que a fusão não é um sinónimo de desinvestimento no mercado português. O gestor explicou que o processo de transformação da Portugal Telecom - numa empresa de Tecnologias de Informação - está finalizado e por isso o investimento local anual tende a diminuir. A fusão não tem um impacto direto nessa diminuição.



Ao longo dos últimos cinco anos a PT investiu, em média, 25% da receita gerada neste processo de transformação, que teve como ponto central a criação do data center da Covilhã, uma estrutura que também suporta a nova oferta cloud da Oi.



A fusão, garantiram ainda os gestores (José Mauro Cunha, chairman da Oi e Henrique Granadeiro, CEO e Chairman da Portugal Telecom também estavam na conference call transmitida a partir de Londres), não deverá representar despedimentos na Portugal Telecom, para além das rescisões já previstas pela empresa antes do anúncio do negócio.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.