A ideia da gamificação não é nova mas nos últimos anos o conceito amadureceu e está a tirar partido de novas tecnologias que ajudam a dar consistência aos projetos de várias organizações que ontem passaram pela Gamify Europe 2019, em Lisboa.

A Cascais Ambiente, a Worten e a Polícia Holandesa mostraram como a gamificação está a trazer resultados para as suas organizações, servindo propósitos de cidadania, promoção de marca e angariação de novos "clientes", mas também a PSP falou de Storytelling e dos princípios que orientam um dos maiores casos de sucesso de envolvimento com uma entidade pública em Portugal, e a forma como o faz com orçamento zero.

"Como quanquer trend a gamificação está a amadurecer. Houve uma fase em que todos queriam fazer projetos mas só sobreviveram os que estavam bem feitos", explicou ao SAPO TEK Miguel Pimenta, CXO da Fractal Mind e organizador da conferência, explicando que nos últimos anos se fez "muitas coisas bacocas", soluções simples e facilmente replicáveis que não procuravam resolver problemas concretos.

A Fractal Mind tem a experiência e vários projetos de gamificação em diferentes áreas e Miguel Pimenta defende que o modelo se pode aplicar no B2B e B2C mas também no Governo, onde existe um potencial de envolvimento muito interessante. Mas é preciso orientar os projetos para uma perspetiva correcta, procurar soluções e saber qual é o objetivo que procuramos atingir.

Durante a sua apresentação o CXO da Fractal Mind mostrou como as tecnologias de progressive Web Apps, Blockchain, Realidade Virtual, Realidade Aumentada e Inteligência Artificial já estão a ser usadas para promover projetos de gamificação, com diversos exemplos, e elencou vários problemas que podem ser endereçados, como a promoção da cidadania, envolvimento na defesa do ambiente e novas formas de aprendização na educação.

O potencial é grande e os resultados em vários projetos mostram que os níveis de envolvimento das pessoas são positivos e que é possível ultrapassar barreiras. E por isso deixou um desafio à audiência :"imaginenem se usarmos todas estas tecnologias que estão à nossa disposição para resolvermos os problemas de que falámos?".

Nota da Redação: foi feita uma correção na notícia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.