A fabricante de computadores e impressoras HP anunciou que vai eliminar cerca de 5.000 postos de trabalho até ao final do ano fiscal que termina em 2019.

Embora a eliminação dos postos de trabalho se tenha iniciado em 2017, aquando da apresentação do plano de reorganização do grupo empresarial norte-americano, esta é uma estimativa superior àquela que a HP previu, avança a Bloomberg.

HP quer despedir até 4.000 funcionários nos próximos três anos
HP quer despedir até 4.000 funcionários nos próximos três anos
Ver artigo

Por conseguinte, a tecnológica indicou que o valor global das indemnizações também foi aumentado de um valor na ordem dos 500 milhões de dólares ( cerca de 425 milhões de euros) para cerca de 700 milhões de dólares (595 milhões de euros).

Com o lançamento de computadores mais sofisticados, a HP conseguiu alcançar uma maior quota de mercado, tendo registado um “crescimento consistente”. Também o sector das impressoras ajudou a estimular os lucros da empresa, depois da marca ter comprado a unidade de impressoras da Samsung Electronics no ano passado. A multinacional norte-americana espera fechar o ano de 2018 com lucros entre 1,97 dólares e 2,02 dólares por acção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.