Um novo relatório revela que o metaverso poderá crescer até 5 biliões de dólares em valor até 2030. Entre as maiores forças económicas destaca-se o ecommerce, que se espera ter um impacto de quase 2,5 biliões de dólares até ao final da década, além de setores como educação virtual, com um impacto de 257 mil milhões de dólares; publicidade, com um 196 mil milhões de dólares; e gaming, com um 119 mil milhões de dólares.

De acordo com o relatório elaborado pela McKinsey & Company, em 2022, já investiram mais de 114 mil milhões de dólares no metaverso. Por contraste, no ano passado, tinham sido investidos 54 mil milhões de dólares.

Os especialistas detalham que entre os fatores que estão a impulsionar o entusiasmo por parte contam-se os avanços tecnológicos na infraestrutura necessária para alimentar o metaverso, assim como fatores demográficos favoráveis, e uma crescente oferta de marketplaces fomentada em grande parte pelo gaming.

Clique nas imagens para mais detalhes

Os dados dão a conhecer que 95% dos líderes de empresas inquiridos esperam que o metaverso tenha um impacto positivo na sua indústria num prazo de cinco a dez anos. Já 31% a afirmam que o metaverso vai mudar fundamentalmente a forma como as suas indústrias funcionam.

A investigação revela que o entusiasmo é também partilhado pelos consumidores inquiridos, com 59% a preferirem pelo menos uma experiência no metaverso a uma alternativa física. A compra de bens físicos ou virtuais (79%), a participação em eventos ou jogos sociais (78%) e a prática de exercício físico através de realidade virtual (76%) estão entre as atividades preferidas deste grupo de consumidores.

Meta, Microsoft, Sony, Huawei e Epic reúnem-se para definir os padrões do metaverso
Meta, Microsoft, Sony, Huawei e Epic reúnem-se para definir os padrões do metaverso
Ver artigo

Como afirma Eric Hazan, sócio sénior da McKinsey, citado em comunicado, o metaverso “representa um ponto de inflexão estratégico para as empresas”, apresentando uma oportunidade para “influenciar a forma como vivemos, nos conectamos, aprendemos, inovamos e colaboramos”.

Emilio Capela, sócio da McKinsey, realça que as empresas devem ter em conta três aspectos fundamentais antes de “embarcarem” no metaverso: as organizações devem “definir a sua posição, decidir como e onde se querem conectar ao consumidor e preparar uma estratégia a longo prazo”.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.