A Gartner estima que em 2007 as empresas vão investir 2,1 mil milhões de euros em Tecnologias da Informação, numa subida de 8 por cento face ao ano anterior mas o cenário para 2008 já não é tão positivo, com taxa de crescimento abaixo dos 5,5 por cento. Os números foram divulgados no Gartner Symposium/ITxpo no Canadá.

Realçando a necessidade de flexibilidade e agilidade dos responsáveis de IT para responderem às mudanças rápidas, Peter Sondergaard vice-presidente da consultora defende que os CIOs devem criar dois orçamentos diferentes no próximo ano, um que reflicta a mesma taxa de crescimento que foi verificada nos últimos seis meses e um segundo plano que antecipe uma possível recessão.

"Os planos de negócio que tinha em Junho já não vão provavelmente responder à mudança das condições do negócio em Novembro", admitiu Peter Sondergaard nesse encontro.

A nível global os países em desenvolvimento continuam a apresentar taxas de crescimento mais elevadas, embora um terço de todo o valor investido em TI se concentre na América do Norte, Europa Ocidental e Japão.

O alargamento dos investimentos em TI a novas geografias pode gerar dinamismo e inovação à medida que as exigências dos utilizadores finais e empresas aumentam a nível de software, serviços e mobilidade, prevê a consultora. Estas categorias corresponderam a 57 por cento do investimento em TI em 2006 mas devem assumir um peso de 63 por cento em 2011.

Notícias Relacionadas:

2007-04-19 - Mercado de PCs cresce 9% no primeiro trimestre do ano com HP novamente no comando

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.