(Actualizada) A Microsoft Portugal acaba de anunciar o reforço de três programas de apoio à competitividade e qualificação, que vão receber mais de três milhões de euros até 2013, além de software gratuito.

O programa Elevar Portugal abrange iniciativas para PMEs, start ups e desempregados. O programa foi anunciado por Jean-Philipe Courtois, presidente da Microsoft Internacional, que hoje estará envolvido no anúncio de diversas iniciativas, entre as quais a renovação do programa e-escola, cujo acordo deverá ser assinado esta manhã.

Entre as iniciativas hoje anunciadas conta-se o Programa Mais, criado em 2007 para apoiar PMEs na candidatura aos fundos comunitários para apetrecho tecnológico. Este programa vai receber mais 600 mil euros, pretendendo apoiar mais 800 a 1.000 PMEs.

O programa BizSpark vai também ser reforçado para apoiar mais de 150 start ups até 2013, com o fornecimento de software gratuito no valor de 1,3 milhões de euros. Desde Novembro de 2008 este programa já apoiou mais de 190 empresas.

Na área da formação e emprego, a empresa quer apoiar a formação de mais 10 mil desempregados ou empregados em PMEs tradicionais com baixas qualificações, garantindo cursos básicos e avançados em tecnologia.

A Microsoft quer ainda criar uma rede de mediadores para venda de soluções de cloud computing a PMEs, recorrendo a desempregados inscritos em centros de emprego. Esta será uma novidade no ecossistema de parceiros da empresa.

O CITEVE, já apoiado, vai receber mais um milhão de euros até 2013, 40 por cento em dinheiro e o resto em software.

O presidente da Microsoft Internacional salientou que este compromisso com Portugal e o apoio à competitividade reflecte o desempenho da empresa no país, onde assinala o seu 20º aniversário.

Para o desenvolvimento destes programas, a Microsoft assinou protocolos com o CITEVE, mas também com a PT e a AIP, neste caso para criar ofertas na área de cloud computing e promovê-las em conjunto com a Associação Industrial.

Com a PT a Microsoft vai criar ofertas de cloud computing para PMEs, especialmente na fase de start-up, considerando até a oferta de serviços gratuitos na fase de arranque do negócio.

O cloud computing está também no centro do acordo com a AIP, numa colaboração que inclui acções de sensibilização e de formação nas vantagens de utilização de tecnologia recorrendo a estes serviços, assim como a criação de conteúdos específicos.

Nota de Redaccção: A notícia foi actualizada com mais informação e dados sobre a parceria com a PT e a AIP.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.