O prémio atribuído à investigadora portuguesa é de 100 mil euros e a distinção é atribuída pela Comissão Europeia, que com isso pretende reconhecer ideias inovadoras no feminino.

Susana Sargento é docente do departamento de eletrónica, telecomunicações e informática (DETI), investigadora do Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro e é responsável pelo grupo de investigação Arquiteturas e Protocolos de Redes.

Para além disso é uma das fundadoras da Veniam, onde assume funções como vice-presidente para a área de engenharia. A startup portuguesa tem vindo a desenvolver uma rede veicular que já está a funcionar no Porto e a dar os primeiros passos na internacionalização, para tirar partido de parques urbanos de veículos e através deles expandir a cobertura de redes Wi-Fi.

Susana Sargento, uma das nove finalistas do prémio, é doutorada em engenharia eletrotécnica e já foi docente do departamento de Ciências de Computadores na Universidade do Porto e professora convidada na Universidade de Carnegie Mellon.

A edição de 2016 do prémio é a terceira. A distinção já tinha sido atribuída em 2011 e em 2014.

  Reveja aqui as nove finalistas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.