A seguradora Chartis acaba de anunciar a disponibilização, em território nacional, de um novo seguro de responsabilidade civil dirigido a pequenas e médias empresas que prestam serviços e consultoria na área das Tecnologias de Informação.

A solução chama-se ProfessionalGuard TI e protege as organizações em caso de acções decorrentes de erros ou omissões profissionais, tanto em Portugal como nos mercados onde operam - à excepção dos norte-americano e canadiano.

Infracções à propriedade intelectual e danos à reputação do cliente, perda de registos informáticos e custos legais associados à defesa dessas reclamações, são outras das situações abrangidas pelo seguro, especificamente vocacionado para negócios cuja facturação bruta não ultrapasse os cinco milhões de euros.

Os responsáveis pela Chartis Portugal defendem que o produto é importante para este mercado, sobretudo para as empresas que queiram marcar presença no estrangeiro, colmatando uma necessidade que era apontada como um dos entraves à internacionalização de empresas de pequena dimensão.

O seguro tem várias opções de limite de indemnização, com um máximo de dois milhões de euros e prémios escaláveis em função da facturação bruta da empresa. Começam nos 375 euros para organizações com facturação até 1 milhão de euros, caso em que a indemnização vai até 500 mil euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.