A vida não tem sido fácil para a Huawei com o bloqueio que foi imposto pelos Estados Unidos, mas a empresa tem mostrado uma resiliência que permite continuar a crescer a nível global, tendo ultrapassado no segundo trimestre a Samsung em vendas. E para além dos smartphones a empresa continua a apostar nos tablets, PCs e wearables, que se têm mostrado também uma boa fonte de receita.

A propósito do desenvolvimento do mercado e das vendas, mas também da aposta nas aplicações, o SAPO TEK entrevistou Shen Yun, director geral de consumo da Huawei Portugal, que revela que  70% das top apps portuguesas já se encontram disponíveis na AppGallery, e que a empresa está a trabalhar a nível local para reforçar as parcerias.

SAPO TEK:  Quais são as expectativas em Portugal com o Huawei P40 Pro+? Tem números que possam partilhar do P40 Pro e dos outros modelos da série?

Shen Yun: É do conhecimento geral que a Huawei P Series é das séries mais amadas pelos portugueses, pelo que acreditamos que o Huawei P40 Pro+ será muito bem recebido pelos consumidores no nosso país. Falamos de um smartphone com características que vão sem dúvida agradar aos amantes de fotografia com o seu sistema de 5 Câmaras Leica Ultra Vision, 10x zoom ótico e até 100x zoom digital e a bateria com carregamento Super Rápido sem fios de 40W. A oferta de lançamento que vamos apresentar para o Huawei P40 Pro+ é algo que também acreditamos que vai ser um ponto bastante positivo e que vai cimentar junto dos consumidores o foco que temos no seu bem estar e na resposta às suas necessidades. Assim, a partir da data de lançamento e até ao dia 26 de Julho vamos oferecer na compra do novo Huawei P40 Pro+ o Huawei Watch GT2 42mm, 6 meses do serviço de Música da Huawei e ainda 50GB gratuitos de armazenamento na Cloud durante 12 meses para que os consumidores tenham uma experiência mais alargada do ecossistema da Huawei.

Adicionalmente, com os avanços que temos feito ao nível das soluções apresentadas aos consumidores para conseguirem descarregar as aplicações que ainda não se encontram disponíveis na Huawei AppGallery, como é o caso da aplicação Petal Search, uma aplicação que permite procurar e descarregar aplicações que não estejam ainda disponíveis na AppGallery, acreditamos que estamos a disponibilizar aos consumidores a melhor experiência de utilização possível.

No que toca a vendas, a nível mundial, no primeiro trimestre de 2020, a Huawei já expediu 49 milhões de unidades de smartphones, alcançando uma quota de mercado global de 17,8 valor que subiu para os 19% em Abril e para os 19.7% em Maio colocando a Huawei, pela primeira vez na história, no primeiro lugar como maior fabricante mundial de smartphones, por dois meses consecutivos.  Relativamente, a vendas locais da Huawei P Series, podemos confirmar que tem registado um aumento considerável desde o seu lançamento com a consideração dos clientes a crescer mês após mês em relação ao novo smartphone da P Series da Huawei. As nossas expectativas para o novo Huawei P40 Pro+ é que seja também recebido de forma positiva pelos portugueses dadas as características que mencionámos deste novo smartphone da marca.

SAPO TEK: A Huawei Portugal está a reforçar o trabalho com developers? Como tem sido o crescimento de apps portuguesas? Estão a trabalhar também com os bancos e organismos públicos para ter as principais apps na App Gallery da Huawei? Podem partilhar alguns dos novos desenvolvimentos?

Shen Yun: Disponível em mais de 170 países, a Huawei AppGallery é a terceira maior loja de aplicações do mundo, apresentando-se com uma plataforma onde os utilizadores podem descobrir, procurar e descarregar milhares de aplicações de maneira fácil e segura.

Desde o seu lançamento em abril de 2018, a Huawei AppGallery cresceu a uma velocidade incrível, oferecendo um serviço aberto, seguro e inovador e contando já com mais de 26 milhões de utilizadores mensais ativos na Europa, um número que cresce para os 420 milhões a nível mundial.

Como é do conhecimento geral, principalmente no último ano, a Huawei AppGallery, tem registado um crescimento significativo a nível local no que diz respeito a novas aplicações disponibilizadas. Neste momento, podemos dizer que 70% das top apps portuguesas já se encontram disponíveis na AppGallery, número que acreditamos que irá continuar a subir aproximando-se dos 100% até ao final do ano. Entre as aplicações portuguesas já disponíveis para downloads na AppGallery destacamos na área da banca as aplicações Caixadirecta, Novo Banco, Banco CTT, DABOX e MBWAY, a nível do Governo, aplicações de elevada importância como a Autenticação Gov, ID Gov, a aplicação EstamosOn e a Info Praias e em termos de utilidade, aplicações como o OLX, o Imovirtual bem como as aplicações dos media, onde se incluem as aplicações do Sapo.

Desde que a Huawei lançou a AppGallery que tem trabalhado com programadores de todo o mundo, inclusive portugueses. De facto, a nível mundial, trabalhamos com 1,2 milhões de developers, 100 dos quais portugueses sendo que neste momento contamos com mais de 60.000 aplicações com os Huawei Mobile Services integrados a nível mundial.

Com o intuito de melhorar a experiência que os consumidores têm com a AppGallery, lançámos no início do mês uma página online inserida no nosso website que pretende incentivar os portugueses a partilhar as suas opiniões, a tirar as suas dúvidas e curiosidades sobre os produtos e serviços da marca para que, em conjunto, possamos assim criar então uma melhor experiência na Huawei AppGallery. O objetivo desta campanha é criar uma comunidade mais informada e que consiga tirar o maior partido de todas as ferramentas que a Huawei disponibiliza e criar uma comunidade mais próxima da marca.

SAPO TEK: Quais são os números dos últimos meses em termos de vendas da Huawei em Portugal?

Shen Yun: Estamos, neste momento, a atualizar a estratégia de Vida Inteligente em todos os cenários para 2020, e sabemos que, mais do que nunca, a tecnologia apresenta-se essencial para os nossos utilizadores. Como os produtos tecnológicos estão mais interligados do que nunca com a vida dos consumidores, a Huawei continuará a impulsionar o avanço tecnológico, a melhorar os ecossistemas de software e hardware, e a inovar em produtos e serviços para trazer experiências mais inteligentes para os nossos consumidores.

É com este objetivo em mente que temos, nos últimos meses, focado os nossos esforços também nos dispositivos complementares aos smartphones, como os PC’s, wearables, Tablets e dispositivos de áudio da Huawei que, acreditamos, irão melhorar ainda mais a vida dos consumidores, proporcionando-lhes uma experiência totalmente integrada entre dispositivos móveis.

Huawei continua a colocar o smartphone e a IA no centro da sua estratégia tecnológica
Huawei continua a colocar o smartphone e a IA no centro da sua estratégia tecnológica
Ver artigo

Em termos de smartphones, e apesar da tendência que se tem sentido neste mercado a nível geral como consequência do covid-19, a Huawei tem registado um aumento consistente do Market Share no mercado de smartphones em Portugal tanto em unidades como em valor.

No caso dos laptops e, apesar de o primeiro Matebook da marca ter sido lançado há pouco menos de um ano no mercado português com um investimento de marketing limitado, registámos em Maio 2 dos nossos Matebooks no top 10 de vendas de laptops em Portugal, onde se encontra a mais recente aposta da marca, o Matebook D14.

Esta tendência positiva mantém-se também nos mercados de tablets, wearables e audio.

SAPO TEK: Quais são os canais mais fortes em vendas? A venda livre ou os operadores? Há mudanças nesse mix?

Shen Yun: A pandemia provocada pelo vírus Covid-19 veio alterar a forma como as pessoas fazem as suas compras, sendo que o foco virou-se muito para o mercado digital nos últimos meses. Neste período, desenvolvimentos juntamente com os nossos parceiros (uma vez que não temos ainda disponível no nosso site uma loja online) uma estratégia de comunicação de marca nos sites dos próprios parceiros onde nos foi possível implementar várias shop in shops digitais para um melhor e mais fácil acesso aos produtos Huawei.

SAPO TEK: Como está a correr a venda de wearables?

Shen Yun: Os wearables são cada vez mais uma aposta da Huawei enquanto dispositivo complementar ao smartphone e uma categoria onde continuamos a inovar ano após ano. Um exemplo de inovação é a inovadora funcionalidade dos nossos smartwatches e pulseiras inteligentes que permitem a medição de oxigenação do sangue. Além de um acessório de treino, os wearables da Huawei são verdadeiros personal trainers, assistentes pessoais além de acessórios de moda.

De acordo com o relatório Worldwide Quarterly Wearable Device Tracker, da International Data Corporation (IDC), no primeiro trimestre de 2020, a Huawei foi a única marca de smartwatches a crescer mais de 100% no segmento de smartwatches. Neste período, a Huawei expediu 2,6 milhões de smartwatches em todo o mundo, o que representa um crescimento de 118,5% face a igual período do ano passado, posicionando-se como número 2 no ranking mundial.

Acreditamos que a tendência se manterá positiva até ao final do ano, com mais e mais pessoas a procurarem estas soluções e a escolherem os wearables da Huawei. E porque queremos continuar a trazer para o mercado a melhor tecnologia aliada a dispositivos que respondem às necessidades dos consumidores, vamos ainda este ano apresentar novos dispositivos tanto na gama de smartwatches como na gama das pulseiras inteligentes / bandas no mercado português, onde podemos adiantar que nos últimos meses temos registado um crescimento superior ao crescimento do próprio mercado.

SAPO TEK: E os PCs, estão a conseguir uma boa adesão?

Shen Yun: No primeiro trimestre deste ano, as vendas de PCs Huawei cresceram mais de 120% o que também revela uma elevada adesão por parte dos consumidores aos nossos portáteis, que apesar de não serem uma novidade, estão ainda a dar os primeiros passos nos mercados global e nacional. Desenvolvidos a pensar nos jovens consumidores que procuram um portátil elegante por fora, mas com um desempenho de excelência por dentro, os Huawei MateBook D 14 e 15, as nossas mais recentes apostas na categoria de laptops, introduzem uma experiência revolucionária de partilha de dados, através do Huawei Share, que permitem aos utilizadores trabalhar facilmente com vários dispositivos através de um único ecrã. Sabemos que esta é uma funcionalidade altamente apreciada pelos nossos consumidores e um claro espelho da inovação da Huawei.

A aposta nesta categoria de produtos vai continuar e teremos algumas novidades neste campo até ao final do ano, chegando o novo modelo da Huawei ao mercado já no final da próxima semana.

Como já foi mencionado acima, muito nos orgulha termos registado no mês de Maio a presença de dois dos nossos Matebooks no top de 10 laptops mais vendidos em Portugal.

SAPO TEK:  Que impacto pode ter o novo widget de app search na adesão dos utilizadores aos Huawei Mobile Services e na facilidade de utilização?

Shen Yun: Como já foi referido, temos, principalmente no último ano, trabalhado arduamente para melhorar a Huawei AppGallery a nível local e internacional, introduzindo todos os dias novas aplicações na nossa loja oficial, disponibilizando aos consumidores uma experiência cada vez mais rica e completa no que toca à procura de aplicações.

Ao mesmo tempo que apostamos no crescimento da nossa loja de aplicações, queremos dar aos nossos consumidores a melhor experiência de utilização dos nossos dispositivos possível e, foi nesse sentido, que desenvolvemos, entre outras, a solução find apps/petal search.

Criada a pensar nos novos consumidores de dispositivos (smartphones e tablets) com AppGallery, a Petal Serach é uma aplicação que permite encontrar, de forma simples e rápida, as aplicações favoritas dos consumidores, nos caso em que estas ainda, não se encontram disponíveis na AppGallery. Esta nova ferramenta de pesquisa permite que os utilizadores de smartphones Huawei pesquisem e encontrem o que precisam, incluindo não só aplicações, mas também notícias, imagens e muito mais, sendo que o podem fazer recorrendo a uma barra de pesquisa que podem adicionar ao ecrã inicial do seu dispositivo, para uma experiência mais rápida e simples.

Reforçando o que foi dito, continuamos empenhados em desenvolver rapidamente a Huawei AppGallery os Huawei Mobile Services (HMS) por forma a fornecer aos utilizadores uma porta de acesso que garanta liberdade, escolha e flexibilidade.

O novo widget Petal Search é apenas um dos recursos ao qual os utilizadores da Huawei podem recorrer para encontrar e transferir as suas aplicações favoritas para dispositivos AppGallery. Importante referir aqui também a importância da aplicação Phone Clone que ajuda a transferir de forma fácil contactos, ficheiros, fotografias, vídeos e aplicações de um smartphone antigo para o novo Huawei e ainda o VIP Service, um serviço de apoio ao Cliente que disponibilizamos para novos clientes de forma gratuita e com o qual procuramos ajudar os utilizadores Huawei a tirarem o máximo partido do seu novo dispositivo.

SAPO TEK: Quais são os planos para alargar a gama de produtos de consumo da Huawei em Portugal? Os IoT estão na lista? E as TV?

Shen Yun: A Huawei tem vindo a desenvolver o seu portfólio de forma a continuar a impulsionar o crescimento da marca, como uma estratégia "1 + 8 + N", em que: "1" representa os smartphone; "8" representa os tablets, PCs, dispositivos de realidade virtual, wearables, ecrãs, áudio, altifalantes inteligentes e unidades principais; e o "N" que representa os dispositivos onipresentes da Internet das Coisas (IoT). Esta estratégia seguida pela Huawei está baseada em dois pilares fundamentais: inovação e valor acrescentado para os clientes.

O consumidor de hoje é cada vez mais exigente e uma das tendências que se observam é a democratização de produtos premium, que pressupõe que uma pessoa possa ter acesso a qualquer produto ou serviço. A crescente oferta de produtos faz com que o consumidor tenha acesso a uma multiplicidade de opções, levando a uma maior exigência, informação e ponderação por parte do mesmo. O facto de o consumidor estar mais exigente e, consequentemente, mais informado torna-o num desafio constante para as marcas. Na Huawei colocamos sempre o consumidor em primeiro lugar e trabalhamos diariamente para dar resposta às suas exigências procurando oferecer soluções de tecnologia inovadoras. Uma prova disso foi a recente distinção do prestigiado Boston Consulting Group que coloca a Huawei no número 6 da lista das empresas mais inovadoras em 2020.

Em termos de aposta nacional, mantemos o nosso rumo e aposta no ecossistema, com um foco cada vez maior nas áreas de negócio além do smartphone, com os mercados de PC’s, wearables, tablets e áudio, tudo áreas onde podemos afirmar que vamos ter novidades até ao final do ano. Além disso, vamos continuar a centrar os nosso esforços no desenvolvimento da Huawei AppGallery, tanto a nível local como a nível global.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.