A investigação vai ser levada a cabo pelas duas empresas utilizando os dados recolhidos pelos diversos sensores e routers da Cisco, que serão depois otimizados, para criar aquilo que as empresas chamam de uma próxima geração de informação tecnológica de trânsito.

Esta pesquisa vai ser possível devido à combinação dos dados da Cisco com a tecnologia e conhecimento de trânsito da TomTom, suportadas pela plataforma de Internet of Things (Internet das Coisas) da primeira.

TomTom compra startup alemã para reforçar posição no mercado dos carros autónomos
TomTom compra startup alemã para reforçar posição no mercado dos carros autónomos
Ver artigo

“Acreditamos verdadeiramente que a Internet das Coisas e a tecnologia cloud são partes essenciais para o futuro da mobilidade”, refere em comunicado Anders Truelsen, Managing Director da área de Licensing Business da TomTom.

Segundo é explicado no mesmo comunicado enviado pelas empresas, vai ser utilizada a tecnologia Distributed Acoustic Sensing (DAS) que permite converter a fibra ótica por cabo num conjunto de microfones virtuais capazes de detetar e medir veículos em movimento. Os dados recolhidos através deste método vão ser agregados às informações de trânsito da TomTom provenientes dos mais de 500 milhões de equipamentos da marca.

Os resultados finais serão, posteriormente, disponibilizados e analisados numa interface desenvolvida especificamente para responder às necessidades dos centros de gestão de dados.

“Com este projeto, estamos a conectar a infraestrutura de estradas, veículos, condutores e autoridades, permitindo uma troca de informações em quase tempo real”, afirma Edwin Paalvast, Presidente EMEAR da Cisco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.