No espaço de alguns meses o Twitter pode ter passado de uma atitude defensiva relativamente à entrada na bolsa de valores para a efetiva transação de títulos. A rede social pode revelar ainda durante esta semana o S-1, documento necessário para a IPO, no qual constam as receitas e o valor que a tecnológica espera atingir na bolsa.

A publicação Quartz e depois o The Washigton Post avançaram que a empresa está a trabalhar a toda a velocidade para que possa negociar títulos ainda antes do Dia de Ação de Graças, feriado nos EUA, que acontece a 28 de novembro. Mas caso todos os passos sejam dados de forma célere, o Twitter pode começar a transacionar ações já durante o mês de outubro.

O anúncio de entrega do S-1 ao mercado de valores norte-americano (SEC) foi feito já em setembro, mas não foram revelados os pormenores. O JOBS Act permite que empresas com menos de mil milhões de dólares em receitas omitam ao público os detalhes do IPO no ato de entrega do mesmo.

O documento em causa contém informações sobre as despesas e os gastos da empresa, bem como o valor pelo qual a rede de microblogues vai querer negociar as primeiras ações. Alguns analistas citados por vários meios de comunicação dizem que cada ação pode ser vendida a 30 dólares, cerca de 22 euros, garantindo um valor de mercado de cerca de 16 mil milhões de dólares ao Twitter.

As informações reveladas referem que o Twitter terá entregado o S-1 em julho e que apenas decidiu comunica-lo algumas semanas depois. Tudo para evitar que o movimento fosse revelado na imprensa antecipadamente ou que causasse um impacto negativo por não ter sido anunciado com tempo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.