A Vodafone já terá contactado os principais acionistas da Ono, operadora espanhola de telecomunicações, para saber qual a disponibilidade de venda da empresa. A gigante britânica estará disposta a desembolsar entre sete a oito mil milhões de euros para reforçar a posição no mercado espanhol e europeu.

De acordo com a imprensa internacional o conselho de administração da Ono vai discutir a proposta amanhã, o que a acontecer será o culminar de semanas de negociações que já têm sido estabelecidas entre as duas operadoras. O valor da proposta terá sido bem recebido pelos responsáveis espanhóis.

A movimentação "rápida" da Vodafone está alegadamente relacionada com o também suposto interesse de uma outra empresa, a norte-americana Liberty Global, na empresa espanhola.

A operadora que tem sede em Madrid é uma das maiores operadoras de telecomunicações em Espanha, sendo a distribuição de televisão por cabo o segmento mais representativo. Escreve o ABC que se a Vodafone concretizar o negócio pode ficar com 26,7% de quota de mercado do segmento móvel e com uma quota de 20,5% em banda larga fixa.

No último resultado trimestral ficou-se a saber que as receitas da Vodafone em Espanha caíram cerca de 15%. Já no mercado português registou-se uma perda de quase 500 mil clientes.

Depois de fazer um dos negócios do ano de 2013, ao ter vendido parte da Verizon Wireless à Verizon por 130 mil milhões de dólares, a Vodafone tem tentado aumentar a posição na Europa. Além do alegado interesse na Ono a operadora já comprou a alemã Kabel Deutschland.

De acordo com o The Telegraph a Vodafone está ainda a estudar a aquisição da empresa italiana de banda larga, Fastweb.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.