À medida que se aproxima rapidamente dos 70 dias, a fase principal do leilão do 5G continua ainda sem um fim à vista, embora a Anacom tenha decidido iniciar um procedimento de alteração do regulamento para evitar um prolongamento excessivo do processo. Hoje, as licitações atingiram os 282,38 milhões de euros, numa subida de 1,21 milhões face ao dia anterior.

Em linha com a tendência que se tem vindo a registar ao longo das últimas semanas, a faixa dos 3,6 GHz é a única que continua a mexer. Aqui, verificam-se hoje aumentos no que toca às propostas de 20 dos 40 lotes disponíveis.

Em relação ao preço de reserva, é possível constatar uma dinâmica de crescimento nesta faixa que leva a subidas a rondar no máximo os 225%, como é o caso do lote J02. Recorde-se que, até agora, a faixa que mais valorizou foi a dos 2,1 GHz, com o seu preço a aumentar mais de 400% face ao preço de reserva. Já na dos 6 GHz, onde os dois primeiros lotes valorizaram mais de 200%.

A soma das licitações atingidas hoje na fase principal com as dos novos entrantes resulta agora num valor que ultrapassa os 366 milhões de euros, superando largamente o preço de reserva fixado pela Anacom nos 237,9 milhões.

Perante os planos da Anacom para fazer alterações ao regulamento do leilão, tanto a Altice Portugal , como a NOS e a Vodafone manifestaram-se negativamente, criticando a atitude da entidade reguladora.

Altice recusa "integralmente" medidas de alteração ao leilão do 5G e admite recorrer aos Tribunais
Altice recusa "integralmente" medidas de alteração ao leilão do 5G e admite recorrer aos Tribunais
Ver artigo

Ontem, a empresa liderada por Alexandre Fonseca afirmou ao SAPO TEK que "a proposta de alteração do regulamento do 5G anunciada pela Anacom é manifestamente ilegal e, se aprovada, irá criar uma perturbação ainda maior num processo que é estratégico e fundamental para o futuro do país".

O presidente da Altice Portugal já tinha deixado bem claro numa recente entrevista que a empresa está a equacionar a utilização de mecanismos jurídicos para evitar a alteração das regras a meio do procedimento.

"Uma posição contrária [à não manutenção das regras do leilão] merecerá da Altice Portugal o recurso a todas as hipóteses que tiver ao seu dispor para impedir alterações ao Regulamento 5G", sublinhou a empresa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.