A Iniciativa Nacional GRID, que hoje foi formalmente lançada, conta com um investimento público de 5 milhões de euros, provenientes do orçamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia, adiantou hoje o ministro Mariano Gago. O ministro reconhece que já existiam algumas iniciativas de investigação e desenvolvimento e GRID em Portugal, mas defende que esta Iniciativa vem agora permitir o alargamento da computação em grelha a mais unidades de investigação e a outras áreas da ciência e aplicações, assim como às empresas.

“Com a iniciativa vamos permitir que passe a existir uma verdadeira infra-estrutura de GRID em Portugal”, sublinha o ministro, que adianta que este investimento se centrará numa primeira fase na infra-estrutura para reforçar os nós que já existem de GRID em Portugal com mais computadores, para além dos investimentos em projectos de Desenvolvimento e Demonstração e em Formação de Recursos Humanos.

João Sentieiro, presidente da FCT, entidade que coordenará e financiará a Iniciativa Nacional de GRID, explicou ao TeK que os primeiros concursos vão ser abertos antes do Verão mas que é intenção da Fundação que todos os concursos - de infra-estruturas, I&D e Recursos Humanos – sejam lançados ate final do ano para que estejam em execução no início de 2007.

A nível das infra-estruturas João Sentieiro afirmou que a FCT está já a desenvolver esforços para que alguns concursos de reequipamento em curso tenham um redireccionamento parcial para a computação em grelha. Nos concursos de I&D são privilegiados projectos de Unidades de investigação mas também de consórcios com empresas privadas.

Em relação aos recursos humanos serão promovidos concursos para apoio de doutoramentos e mestrados nesta área mas também ao nível do Ensino Superior vão ser apoiadas iniciativas locais.

Fazendo o balanço da utilização de GRIDs em Portugal, Gaspar Barreira, coordenador do LIP, criticou a postura do anterior Governo do PSD que, após um início positivo que tinha sido dado até 2001 para o GRID Computing, acabou por congelar qualquer iniciativa nesse sentido nos últimos quatro anos, não tendo lançado qualquer concurso onde a palavra GRID fosse referida, nem aprovando nenhum projecto científico nesta área. No entanto, este responsável acredita que com o novo Governo algo mudou e que esta iniciativa é a prova disso mesmo.

Durante a sessão de lançamento da Iniciativa Nacional GRID foi assinado um protocolo de colaboração com a IBM que vai disponibilizar os seus especialistas nesta área, assim como software e materiais educativos para as Universidades. Mariano Gago explicou ao TeK que este protocolo se soma ao que já foi assinado recentemente com a Sun mas que o Governo está aberto a colaborações com outras empresas.



Notícias Relacionadas:

2006-04-27 - Iniciativa Nacional GRID lançada em cooperação com a IBM

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.