Coimbra recebe hoje e amanhã um encontro onde serão apresentadas conclusões e mostradas as virtudes do projecto N4C, uma iniciativa europeia que tem trabalhado num sistema de acesso à Internet que possa servir as necessidades das zonas mais pobres e remotas do mundo. A tecnologia na base é a DTN (Delay and Disruption Tolerant Networking).

Entre os membros deste projecto de investigação em consórcio estão a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e o Instituto Pedro Nunes. As instituições têm trabalhado num sistema que permite a um utilizador usar um PC para escrever as suas mensagens ou informações e garantir a passagem automática desses conteúdos para um aparelho. Este aparelho guarda a informação até encontrar um ponto de acesso à Internet onde possa transmiti-la.

Em contacto com o ponto de acesso à Internet o dispositivo também pode receber informações, que descarrega no computador original quando volta ao ponto de partida da comunicação.

Este equipamento é alojado num local que se desloque com frequência e que pode ser um helicóptero, um autocarro, uma camioneta de transporte de mercadorias ou mesmo ou animal.

No encontro que se realiza hoje a amanhã estão políticos, empresários e ONGs a quem os responsáveis do projecto vão tentar mostrar o potencial do sistema para dar Internet a locais pobres e remotos, nomeadamente África.

O piloto que permitiu apurar os primeiros resultados da utilização no terreno do sistema realizou-se na Lapónia, com uma tribo nómada.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.