A feira e as conferências só começam amanhã, dia 24 de fevereiro, mas algumas marcas começaram já a apresentar as suas novidades, procurando capturar alguma atenção mediática no meio de uma agenda muito preenchida.

A Nokia revela amanhã o que se antecipa que possa ser o seu primeiro telemóvel Android, uma possibilidade ainda não confirmada, como aliás é habitual num modelo de rumores e antecipações que dá gás à indústria de smartphones e tablets, e o dia encerra com o lançamento do novo Galaxy da Samsung.

Pelo meio haverá muitas apresentações e demonstrações, além das conferências, onde este ano Mark Zuckerberg – fundador e CEO do Facebook – e Ginni Rometty - Chairman, Presidente e CEO da IBM - são cabeças de cartaz, numa agenda recheada de temas relacionados com a evolução da indústria das comunicações.

Alguns dos principais momentos vão poder ser acompanhados através da Internet, quer pelo streaming das principais conferências das marcas quer através da Mobile World Live TV, cuja emissão terá início amanhã às 8.30 locais (7.30 em Portugal).

A App Planet é um dos pontos de passagem obrigatórios face ao crescimento do peso das aplicações no mundo da mobilidade, mas haverá também lançamentos dos equipamentos que vão chegar às lojas nos próximos meses, e desenvolvimentos das tecnologias de comunicações que são muitas vezes invisíveis para o utilizador final mas que em última análise fazem a diferença no sucesso do conceito de mobilidade. Roaming 4G, desenvolvimentos no Wi-Fi e experimentação alargada de NFC estão entre as tecnologias que se enquadram nesta categoria.

Este ano a feira conta com mais de 1.700 mil expositores que mostram os seus produtos e serviços durante os quatro dias no Centro de exposições em Barcelona, que será a capital da conferência da GSMA até 2018. A Apple é mais uma vez a grande ausência, embora o “espectro” do iPhone e de outros produtos da marca estejam sempre presentes como grande concorrentes das várias marcas de smartphones e mobilidade.

Portugal vai contar com a maior presença de sempre, com 11 empresas registadas como portuguesas e com stand em diversos pavilhões da Fira, mas há certamente mais know how português a mostrar a inovação desenvolvida por terras lusas, e o TeK já sabe de pelo menos mais uma empresa com expositor que não aparece na lista da GSMA mas que também tem novidades para mostrar.

Vale a pena olhar também para a apresentação dos prémios da GSMA, que decorre na terça feira e que conta com uma empresa portuguesa entre os finalistas.

Todas as novidades mais relevantes vão passar também pelo TeK, que vai ter jornalistas nas conferências e a redação em Lisboa focada nos principais lançamentos, pelo que sugerimos a todos os leitores que vão acompanhando as notícias com a tag MWC14.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.