A Philips lançou uma iniciativa para produzir telefones móveis de baixo custo, com o objectivo de dinamizar a utilização da tecnologia junto dos 3,3 mil milhões de utilizadores que se estima não tenham condições para comprar equipamentos aos preços correntes. O objectivo é estimular o crescimento do mercado móvel em regiões em desenvolvimento como a China, Índia, África, a América do Sul e a Europa de Leste, principais alvos da iniciativa.

Prevê-se que o primeiro produto do projecto esteja disponível no último trimestre de 2005. Vai integrar uma plataforma básica de hardware e software que desempenha as funções mais simples requeridas a um equipamento móvel, com um custo para o fabricante próximo dos 5 dólares, o que se traduz num custo para o utilizador próximo dos 20 dólares.

Segundo Thierry Laurent, vice-presidente executivo da Philips, a iniciativa vai desenrolar-se em Shanghai e tem como objectivo reduzir para os 16 dólares o custo dos equipamentos deste tipo, um objectivo traçado para 2008.

Actualmente, cerca de 77 por cento da população mundial vive na periferia de uma rede móvel, mas apenas 25 por cento tem um telemóvel. "A maior parte das operadoras tem a infra-estrutura ideal para massificar o serviço móvel, mas o alto custo dos aparelhos não atrai potenciais subscritores", disse Thierry Laurent.

Recorde-se que esta intenção tem sido discutida por várias operadoras e fabricantes. A última abordagem foi feita no 3GSM World pela GSM Association, onde se defendeu que para garantir o alargamento das comunicações aos mercados emergentes é necessário oferecer telemóveis com custos abaixo dos 40 dólares.

Notícias Relacionadas:

2005-02-15 - 3GSM World centrado na procura de terminais de baixo custo

2005-02-14 - Microsoft em acordo com a Flextronics para a produção de smartphones de baixo custo

2005-02-14 - Nokia quer levar plataforma de smartphones Series 60 para o mercado de consumo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.