O evento de hoje, no dia de comunicação dos resultados, serve para mostrar aos analistas a estratégia para o futuro provar que a Zon Optimus tem uma combinação única de conhecimento e tecnologia que sustenta a posição no mercado. Miguel Almeida, CEO da empresa que formalizou a fusão há cerca de seis meses, mostrou optimismo em relação à capacidade de continuar a crescer e conquistar mercado no consumo e nas empresas.

A aposta na eficiência operacional deverá permitir à empresa crescer, mantendo um bom balanceamento, aproveitando oportunidades internacionais em aquisições ou exploração de novos mercados, mas se estas oportunidades não se concretizarem a empresa vai continuar a focar o seu esforço no mercado nacional, onde a empresa quer conseguir chegar aos 30%.

Miguel Almeida sublinhou o facto da Zon Optimus ter maior rede de nova geração do mercado, com um distanciamento importante em relação aos concorrentes mais directos, e que os investimentos previstos na rede vão permitir manter essa diferença.

Miguel Martins, CTO da empresa admitiu que a Zon Optimus quer aumentar o footprint da rede de cabo, alargando o número de clientes ligados nas áreas onde já está presente - com menos custos pela capilarização - mas estendendo também a rede de fibra ótica, sobretudo em zonas geográficas onde a operadora ainda não tem rede, sendo o objetivo chegar a mais 400 mil clientes nos próximos dois anos - metade em HFC/FTTH. E estes investimentos serão em cidades de média dimensão, onde o objetivo é atingir o mesmo tipo de cobertura que nas cidades maiores.

Na área de serviços de topo Miguel Almeida afirma que há ainda muito espaço para crescer. Na oferta IRIS só estão cerca de 435 mil clientes do 1,5 milhões de assinantes dos serviços de pay tv da empresa, e mesmo estes não estão todos na oferta de topo, onde o mercado está a crescer também. Mas a Zon Optimus quer também lançar novas ofertas de outras gamas de preços que permitião conquistar novos clientes.

Quanto à nova marca que vai unificar a oferta das duas empresas, Ana Paula Marques, responsável pela área admitiu que há muita expectativa e que a empresa quer responder adequadamente, chegando à liderança numa marca que sirva o segmento residencial, pessoal e empresarial.

O momento de lançamento da nova marca deve acontecer nos próximos meses e a empresa acredita que este será o momento ideal para potenciar as ambições de mercado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.