A OutSystems está a promover novas edições do seu curso de formação da Escola Low-Code, a decorrerem entre outubro e dezembro, com 150 novas vagas. Estas sessões serão em horário pós-laboral, gratuitas, e decorrem em formato de e-learning, como já tinha acontecido em maio e junho, quando a OutSystems transferiu todos os seus cursos para o ensino à distância, devido à necessidade de isolamento por causa da COVID-19.

Segundo a empresa, as Low-Code Schools já formaram mais de 400 programadores, sendo que a sua maioria já está em processos de recrutamento na rede de clientes e parceiros da OutSystems. Durante este mês de setembro, a OutSystems formou 20 programadores. “Estas formações são uma importante porta de entrada de muitos profissionais no mercado de trabalho, havendo centenas de vagas abertas para programadores OutSystems e, até ao final do ano, a previsão é de que cheguem às 5000 em todo o mundo”, salienta a empresa portuguesa.

Para as próximas edições do outono, os cursos vão decorrer em simultâneo para os mercados da Ásia-Pacífico, Estados Unidos e Europa, ainda que com diferentes fusos de horário.

Segundo Ricardo Araújo, Diretor da Comunidade Global da OutSystems, “num universo de mais de 1400 clientes empresariais e mais de 300 parceiros, acreditamos que, para um programador, aprender OutSystems é uma aposta segura, tendo em conta as centenas de postos de trabalho que existem por preencher”.

A Escola Low-Code consiste num curso de duas semanas que visa formar programadores de linguagens tradicionais na tecnologia OutSystems. Além do treino, a empresa oferece o exame de certificação na sua tecnologia, colocando os candidatos em contacto com eventuais oportunidades de trabalho dentro do seu ecossistema e rede de clientes e parceiros.

As inscrições para o curso podem ser feitas aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.