O TeK já sugeriu um site onde os utilizadores podem encontrar livros escolares usados gratuitos, já sugeriu quais as lojas online onde pode encontrar e comprar os manuais para o novo ano letivo, e já indicou alguns dos computadores portáteis e dos tablets que vale a pena considerar para o regresso às aulas.



Mas existem mais equipamentos e acessórios que as pessoas podem comprar para que o regresso às aulas seja feito da melhor forma possível. Isto porque é inegável que cada vez mais as novas tecnologias influenciam a forma como se ensina nas escolas e como os alunos interagem com os conteúdos lecionados.



Nas próximas páginas os leitores podem encontrar mais algumas sugestões, desde acessórios para tablets, a leitores dedicados de livros digitais, a instrumentos de armazenamento de trabalhos e outros materiais informáticos.



Para já fica aqui uma primeira sugestão: um computador desktop para os que ainda não precisam da mobilidade de um portátil ou para os que já têm um tablet como complemento.



Por 329 euros os utilizadores podem levar para casa um desktop “essencial” da Compaq, o modelo 100-310NP: processador AMD E1 de dois núcleos a 1,4Ghz, placa gráfica AMD Radeon HD 8240, 4GB de RAM, 500GB de armazenamento interno, e tudo num formato compacto. A torre traz ainda várias entradas multimédia como seis portas USB 2.0 e saída de áudio 5.1.

Para os que procuram um pouco mais de potência e um formato mais moderno o Acer AZ3-605 pode ser uma alternativa. Este computador está incluído na categoria dos All-in-One e tem a vantagem de já “incluir” um ecrã de origem.



No caso deste computador o ecrã é LED de 23 polegadas com resolução Full HD, o processador é um Intel Core i3, há ainda 4GB de memória RAM e 1Terabyte de armazenamento interno. Já a placa gráfica é a Nvidia HD8670.



Duas portas USB 2.0, outras duas portas USB 3.0 e Bluetooth na versão 4.0 são outras características deste computador que pode assumir pequenas variações nas configurações dependendo do retalhista no qual está à venda.



O preço deverá rondar os 700 euros.

Outro equipamento que continua a ser indispensável mesmo em plena era digital são as impressoras ou multifunções. Porque por vezes não há nada como ter a matéria toda impressa em papel ou porque ainda existem muitos professores que só aceitam a entrega de trabalhos em formato físico.



Neste campo a Epson Expression Home XP-205 Wi-Fi parece ser uma boa proposta. Por um valor que pode variar entre os 50 e os 65 euros os utilizadores levam uma impressora e um scanner num design compacto e sem fios – tudo pode funcionar através de Wi-Fi.



Consegue imprimir até 30 páginas por minuto em modelo monocromático e consegue uma resolução de 2.400x1.200 ppi na digitalização. Suporta os formatos de papel mais comuns e suporta alguns dos protocolos de impressão das grandes empresas, como o Apple AirPrint ou o Google Cloud Print.

[caption]Multifunções Epson[/caption]

Mas se é um amigo da Natureza e a impressão está fora dos seus planos, equacione investir num leitor de livros digitais. A educação e o ensino não passam só por ler o que os professores recomendam e os livros eletrónicos estão cada vez mais na moda.

Os tablets também servem o propósito de leitor de livros e revistas, mas o ereader é um equipamento mais dedicado à leitura.

A espanhola bq, por exemplo, tem à venda o leitor Cervantes. O ecrã de seis polegadas sensível ao toque, a resolução de 221ppi, os 16 níveis de cinzento e os 4GB de armazenamento vão permitir ter uma experiência de leitura “moderna” satisfatória.

Um outro elemento de destaque deste ereader é a tecnologia Front Light que ajuda a diminuir o cansaço dos olhos quando existe pouca luz ambiente.

Este é um equipamento que precisa de um investimento de 119 euros. Mas pense: conseguirá ter neste leitor mais livros do que aqueles que provavelmente vai conseguir ler nos próximos anos - se quiser pode encontrar livros gratuitos no Freebook Sifter.

Para os que consideram que os tablets não são bons companheiros para o regresso às aulas, a Logitech tem algumas propostas que talvez ajudem na mudança de ideias.

O teclado da empresa para tablets Android e Windows promete aumentar consideravelmente a produtividade dos dispositivos móveis. A ligação com os equipamentos é feita através de ligação Bluetooth.

O teclado vem acompanhado de um pequeno suporte que ajuda a colocar os tablets na posição ideal de escrita de documentos. As teclas são semelhantes às de muitos teclados tradicionais e o preço ronda os 60 euros.

Mas este é que pode ser o equipamento “final” para o regresso às aulas: uma Pen USB. Dá sempre jeito ter um periférico de armazenamento por perto e ainda que também seja recomendável a compra de um disco de armazenamento, a Pen está sempre à mão e até pode ser “amarrada” às chaves de casa.

Uma das opções é o periférico Store'N'Go V3 da Verbatim. Com 32GB de armazenamento e compatibilidade com portas USB 3.0 estão garantidas velocidades de transferência superiores. O equipamento permite ainda definir uma password de proteção de dados, uma solução que pode revelar-se muito útil.

O preço ronda os 25 euros.

[caption]Verbatim[/caption]

Os leitores ficam agora convidados a sugerirem outros equipamentos que podem ser uma mais valia no regresso às aulas.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.