Os especialistas da iFixit já se dedicaram à desmontagem e análise das versões standard, Pro e Mini do iPhone 12. Agora, todas as atenções centram-se no iPhone 12 Pro Max, que, com 6,7 polegadas, se afirma como o maior smartphone da Apple até à data.

Ao analisar o equipamento através de Raios-X com uma ajuda da Creative Electron, os técnicos da empresa especializada em reparações, que também fizeram uma desmontagem do equipamento ao vivo, notaram imediatamente na presença do sistema MagSafe, assim como de uma bateria com um formato bem diferente daquelas que foram utilizadas nos restantes smartphones da linha iPhone 12.

A configuração de câmaras traseiras é um dos aspetos que também chamou a atenção dos especialistas. Embora mantenha a mesma resolução, o sensor principal do iPhone 12 Pro Max, uma grande angular de 12 MP, é 47% maior do que aquele que existe no modelo standard.

Apple tem 2 novos iPhone 12 Pro com funcionalidades de fotografia avançadas e gravação Dolby Vision HDR
Apple tem 2 novos iPhone 12 Pro com funcionalidades de fotografia avançadas e gravação Dolby Vision HDR
Ver artigo

Em destaque no sensor principal está também um novo sistema de estabilização ótico, uma tecnologia usada, por exemplo, em várias câmaras DSLR mais modernas. Além disso, recorde-se que o iPhone 12 Pro Max integra um novo sistema LiDAR que permite medir a distância da luz e profundidade da informação de uma cena, abrindo também a porta a experiências de realidade aumentada mais rápidas.

Depois de removerem o altifalante e o motor táptico do smartphone, a iFixit passou para a bateria de formato pouco usual. Ao todo, o componente conta com 14,13 Wh: um “salto” em comparação à bateria de 10,78 Wh do modelo standard e Pro e à de 8,57 Wh do iPhone 12 Mini. Porém, as baterias do iPhone 11 Pro Max (15.04 Wh), assim como do Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra da Samsung (16.69 Wh e 17.46 Wh, respetivamente) conseguem facilmente superá-la.

À semelhança dos restantes smartphones da linha iPhone 12, o Pro Max alcança uma pontuação de 6 em 10 na escala de reparabilidade. O design do equipamento dá prioridade às substituições da bateria e do ecrã e a maioria dos componentes são modulares e substituíveis.

iPhone 12 Pro Max | Pontuação de reparabilidade
créditos: iFixit

Relativamente aos aspetos mais negativos, a iFixit detalha também que a substituição da tampa de vidro traseira é um processo complicado, requerendo uma desmontagem completa do equipamento caso se quebre.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.