A ExoMars continua a sua missão de vigilância de Marte, enviando para a Terra imagens importantes sobre a superfície do planeta que são analisadas pelos investigadores, enquanto analisa os gases da sua atmosfera. Hoje a ESA partilhou aquela que é a imagem número 20 mil captada pela sua câmara CaSSIS (Colour and Stereo Surface Imaging System), construída na Universidade de Bern.

A imagem, que foi captada no dia 13 de dezembro do ano passado, apresenta o Solis Dorsum, que a ESA explica ser o segmento de um cume enrugado proeminente numa vasta zona vulcânica, conhecida como Tharsis.

tek exomars

Estes cumes enrugados são características tectónicas que são formadas por camadas de lava em basalto, devido ao carregamento e dobragem da crosta do planeta, no manto superior, salienta a ESA. Estas são causadas pelo arrefecimento do interior do planeta e respetiva contração. Estes fenómenos ajudam a revelar e compreender os detalhes da história geológica de Marte.

A ExoMars foi lançada em 2016 para Marte em cooperação com a agência espacial russa, e leva tecnologia portuguesa a bordo, seguindo os passos da Mars Express, que orbita o planeta há uma década e que identificou variações no metano existente na atmosfera daquele planeta. Foi esta descoberta que deu o mote para o lançamento da ExoMars, que vai medir os gases na atmosfera do planeta vermelho durante os próximos anos.

Veja na galeria mais imagens captadas pelo ExoMars de Marte:

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.