Inicialmente o número de vagas fixadas para o concurso de acesso ao Ensino Superior tinha sido de 52.963, mas perante o novo máximo de candidaturas, que este ano atingiu as 63 mil, o Governo apelou às instituições de Ensino Superior para aumentarem o número de lugares disponíveis, transferindo vagas que não foram ocupadas em concursos especiais.

Segundo os dados que o Ministério acaba de divulgar, a Universidade do Porto e a Universidade de Lisboa foram as que mais reforçaram o número de vagas, com mais 414 e 368, respetivamente, passando assim a disponibilizar  4.820 e 7.672 vagas. Seguem-se o Instituto Politécnico do Porto, com mais 287 vagas e a Universidade do Algarve, com mais 250 vagas do que inicialmente previsto.

O Ministério destaca também o aumento de 160 vagas nos cursos com maior concentração de melhores alunos. Só uma instituição - o ISCTE, em Lisboa – optou por não fazer qualquer reforço.

Em termos de cursos, é a Engenharia Civil que ganha mais vagas, com um reforço de 58 lugares no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa e 37 na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. No primeiro caso passa a haver 100 vagas em vez das 42 inicialmente disponíveis, e no segundo o total de vagas sobe para 158 em vez de 121.

A Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa criou mais 30 vagas para o curso de Economia, o mesmo número que os cursos de Engenharia Química e Biológica do ISEL e Contabilidade e Administração do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto.

Novas vagas no concurso de acesso ao Ensino Superior
créditos: SAPO TEK
Vai entrar no Ensino Superior? Veja as respostas a 11 dúvidas sobre as candidaturas que começam amanhã
Vai entrar no Ensino Superior? Veja as respostas a 11 dúvidas sobre as candidaturas que começam amanhã
Ver artigo

A 26 de agosto o Conselho de Ministros aprovou o aumento excecional das vagas disponibilizadas para a primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior, em resposta ao número recorde de candidatos, já que este ano, a procura voltou a superar as expectativas e registou um novo recorde com 63.878 candidatos, o maior número desde 1996 e significativamente superior em comparação com as 52 mil vagas disponibilizadas inicialmente.

"Este aumento registado no número de candidatos ao ensino superior público demonstra uma confiança crescente dos jovens e das suas famílias na formação superior, nas instituições e nas vantagens decorrentes da qualificação superior. Assume particular relevância no contexto do processo em curso de recuperação económica e social na sequência da crise internacional associada à pandemia de COVID-19, promovendo o alargamento da base social de recrutamento do ensino superior e a qualificação progressiva da população residente em Portugal", refere o Ministério em comunicado.

A nova lista de vagas disponíveis em todos os pares instituição/ciclo de estudos, num total de 1.070 cursos, vai ser disponibilizada no website da internet da Direção-Geral, até ao dia 6 de setembro de 2021.

A plataforma de candidatura online vai ser reaberta na próxima semana, nos dias 7, 8 e 9 de setembro, para que os alunos tenham oportunidade de alterar as opções de candidatura já apresentadas, sendo considerada apenas a última candidatura submetida.

Pretende alterar a candidatura ao ensino superior? Pode fazer a mudança online entre os dias 7 a 9 de setembro
Pretende alterar a candidatura ao ensino superior? Pode fazer a mudança online entre os dias 7 a 9 de setembro
Ver artigo

O prazo de candidatura à primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior, que abriu com 52 mil vagas, terminou a 21 de agosto, com mais de 63 mil estudantes candidatos, o que representa um aumento de 1.203 candidatos face ao período homólogo de 2020 e o maior número desde 1996.

Os resultados desta fase serão conhecidos em 27 de setembro e no mesmo dia arranca a segunda fase do concurso nacional de acesso.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.