O Instituto Pedro Nunes (IPN) vai lançar um novo programa de financiamento para empresas nacionais que estejam interessadas em desenvolver serviços e produtos inspirados no Espaço. Ao todo, a instituição dispõe de 600 mil euros para distribuir pelas startups portuguesas. As bolsas de incentivos serão divulgadas no próximo dia 10 de fevereiro, num evento que conta com a presença da Portugal Space, a Agência Espacial Portuguesa.

O novo quadro de apoio do IPN tem como objetivos duplicar as oportunidades para startups que incubem no ESA BIC Portugal, apoiando até 12 empresas nacionais por ano e maximizar os casos de sucesso de transferência de tecnologia com novas candidaturas para financiar provas de conceito em Portugal. Em destaque está também o aumento das possibilidades de financiamento de projetos que recorrem a dados de satélite através da plataforma ESA Business Applications

Chiara Manfletti: Continuar a explorar o Espaço com os olhos postos na Terra
Chiara Manfletti: Continuar a explorar o Espaço com os olhos postos na Terra
Ver artigo

O IPN indica, em comunicado à imprensa, que durante o Space19+, o último conselho ministerial da ESA, Portugal atribuiu 12,5 milhões de euros ao programa ARTES (Telecomunicações e Aplicações Integradas), tendo em vista o reforço do investimento na criação de “aplicações e serviços que unam os setores espacial e não espacial”, permitindo o desenvolvimento de novos modelos de negócio.

A nível global, Portugal reforçou a sua contribuição na ESA para cerca de 103 milhões de euros. Espera-se a criação de cerca de mil empregos qualificados nos próximos 10 anos, designadamente nas áreas da Observação da Terra, Telecomunicações e desenvolvimento de pequenos satélites, o que acontecerá através de uma estratégia nacional desenvolvida em consonância com a Agência Espacial Portuguesa, a indústria nacional e internacional e instituições de interface.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.