Depois de vários adiamentos, a NAS tinha o dia 16 de novembro como data de lançamento da missão Artemis I. Mas a missão esteve mais uma vez em dúvida devido ao mau tempo causado pelo furacão Nicole, que chegou a causar alguns danos ligeiros à cápsula Orion devido aos ventos fortes.

A última tentativa foi cancelada devido ao furacão Ian, obrigando a resguardar o foguetão na base. A NASA anunciou depois que não houve muito impacto no equipamento, não sendo necessário muito trabalho de manutenção para o colocar novamente operacional. Ao contrário da anterior tempestade, na atual situação, os aparelhos ficaram na base de lançamento 39B do Centro Espacial Kennedy.

Veja na galeria fotos de tentativas anteriores do lançamento do Artemis I:

A missão tem uma janela de lançamento de duas horas, com marcação inicial para as 6h04 da manhã (hora de Lisboa).

Se tudo correr como planeado e o foguetão levantar voo, a missão vai durar cerca de 25 dias e meio, esperando-se o regresso no dia 11 de dezembro, terminando com um mergulho no Oceano Pacífico.

NASA volta a adiar lançamento da missão lunar Artemis I. Tempestade tropical é a “culpada”
NASA volta a adiar lançamento da missão lunar Artemis I. Tempestade tropical é a “culpada”
Ver artigo

A Artemis I é uma missão não tripulada e pretende testar os sistemas tecnológicos do programa. Em vez de astronautas, a cápsula Orion vai transportar três manequins de teste. O kit oficial de voo tem ainda uma série de elementos, e dois passageiros especiais, escolhidos para acompanhar a missão, os peluches da Ovelha Choné, que é uma mascote da ESA, e do Snoopy de Charles M. Schulz, que vai servir de sinal de orientação para teste de microgravidade.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.