Os projetos de quatro startups vão chegar a diferentes hospitais e unidades de saúde, em modo piloto, para ajudar a melhorar a vida de pessoas com demência, recorrendo a soluções digitais. Foram os vencedores do programa Building Tomorrow Together, uma iniciativa da Roche, operacionalizada pela Beta-i, que também junta instituições do sistema de saúde e que vai atribuir aos projetos escolhidos 100 mil euros para implementar pilotos das soluções propostas. Os projetos vencedores foram o iLoF, Somatix, Virtuleap e NeoNeuro.

O iLoF - intelligent Lab on Fiber, da startup portuguesa com o mesmo nome, propõe o recurso a uma base de perfis biológicos e de biomarcadores para fornecer ferramentas que permitam uma triagem mais rápida e portátil do risco de demência, recorrendo a tecnologias como a Inteligência Artificial. Através de uma análise sanguínea e recorrendo a estes biomarcadores, a equipa do projeto quer detetar precocemente sinais de demência, antecipando o diagnóstico. O projeto vai ser implementado no Centro Hospitalar Universitário de São João e na Luz Saúde.

O Somatix, que vai ser implementado no CNS – Campus Neurológico e CUF, centra-se numa solução de monitorização remota de doentes através de wearables, para detetar movimentos de forma passiva. Vai recorrer a uma bracelete que permite detetar gestos e movimentos para monitorizar ritmos de sono, risco de queda ou níveis de hidratação, por exemplo. O dispositivo comunica com uma aplicação e com um software que monitoriza a pessoa com demência, com o objetivo de ajudar a reduzir hospitalizações e idas desnecessárias ao hospital.

Montra TeK: 8 gadgets tecnológicos que vão facilitar a vida aos utilizadores "seniores"
Montra TeK: 8 gadgets tecnológicos que vão facilitar a vida aos utilizadores "seniores"
Ver artigo

O português Virtuleap e o NeoNeuro fecham o leque dos projetos selecionados. O primeiro vai ser implementado nos Lusíadas e o segundo no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga. O Virtuleap junta óculos de realidade virtual e uma aplicação, para criar um conjunto de exercícios que combinam jogos e movimentos e que vão ajudar os profissionais de saúde a acompanhar cada doente, analisar a sua capacidade cognitiva e a prever sintomas de demência. O NeoNeuro quer ajudar a fazer um diagnóstico precoce da possibilidade de demência, recorrendo a uma análise ao sangue com um protocolo e a um equipamento próprio.

O Building Tomorrow Together – Innovation in Dementia foi criado para promover soluções capazes de responder a necessidades concretas de pessoas que vivem com demência, os seus cuidadores e instituições de saúde. São parceiros da iniciativa as entidades que vão implementar o piloto, bem como a Multicare, Microsoft, EIT Health, BIAL, AWS, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação Champalimaud, Alzheimer Portugal e NOS.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.