O projeto SPHEREx da NASA significa Spectro-Photometer for the History of the Universe, Epoch of Reionization, and Ices Explorer e trata-se de uma missão prevista para ser lançada ao espaço em junho de 2024. A agência espacial norte-americana escolheu a SpaceX e o seu foguetão Falcon 9 como impulsionador do equipamento no espaço.

A missão tem um orçamento estimado de 242 milhões, acrescidos de 98,8 milhões relacionados ao serviço de lançamento e outros custos relacionados.

Trata-se de uma missão de dois anos que pretende responder a diversas questões sobre a formação do universo. O objetivo é criar um mapa 3D através de um sistema de luzes infravermelhas capaz de registar dados em mais de 300 milhões de galáxias com mais de 100 milhões de estrelas na Via Láctea, de forma a explorar as origens do universo.

O SPHEREx vai também procurar água e moléculas orgânicas, essenciais para a vida, tal como a conhecemos, em regiões onde nascem as estrelas, a partir de gás e pó, aquilo que os especialistas chamam de “maternidade estelar”, assim como nos discos ao redor das estrelas onde podem estar a ser formados novos planetas.

Conforme é explicado no seu website, o equipamento vai mapear o céu em 96 cores, um esquema bem superior aos anteriores mapas das estrelas. Espera ainda identificar novos objetos espaciais que possam ser estudados com maior detalhe em futuras missões, nomeadamente através do telescópio espacial James Webb e o Wide Field Infrared Survey Telescope.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.