A Virgin Galactic está a ultimar os preparativos do próximo voo tripulado da sua nave SpaceShipTwo, que irá realizar-se, pela primeira vez, a partir da sua base de operações no Spaceport America no Novo México. O voo, que será conduzido por dois pilotos da empresa, deverá realizar-se na próxima semana, dia 22 de outubro, ao manterem-se os planos iniciais, ainda que no comunicado a Virgin apenas se refira um vago “Outono”.

Os testes antecipam a autorização final para transportar turistas para o espaço, que neste caso será mesmo o fundador da empresa, Sir Richard Branson, aquele que será o primeiro turista espacial.

Para além dos pilotos, a empresa refere que a nave vai transportar diferentes cargas de investigação na cabine. O teste inclui ainda a preparação dos veículos, pilotos, equipas, instalações, de forma a conduzi-lo com segurança. A empresa salienta o treino efetuado no simulador, seja individualmente com cada piloto, assim como em sessões ligados à própria sala de controlo da missão. Outra ferramenta que os pilotos estão a utilizar no treino é o próprio avião VMS Eve, conhecido como WhiteKnightTwo utilizado para colocar a nave no ar.

É explicado que o VMS Eve tem uma estrutura de cockpit semelhante à SpaceShipTwo, assim como os seus instrumentos e controlos de voo. A equipa consegue planar e fazer a aproximação do solo no treino, com a mesma informação e dados no ecrã. Entre os testes feitos estão a abertura das “asas”, articular o trem de aterragem, os movimentos de controlo e entre outros detalhes que a equipa tem de verificar antes da viagem ao céu.

E todos estes novos testes ganham uma nova importância por serem os primeiros a serem feitos na sua casa, no Spaceport America, onde está a ser planeado um ensaio geral dos sistemas, incluindo o uso do reservatório de combustível cheio, a carga de hélio de alta pressão e óxido nitroso nos respetivos tanques a bordo do VSS Unity.

Conheça o interior da SpaceShipTwo na galeria de imagens:

Apesar de todo este longo processo, a Virgin Galactic confirma que continua dentro das metas que estabeleceu, mantendo a esperança de conseguir iniciar os testes tripulados a partir do próximo dia 22 de outubro.

No caso dos testes forem completados com sucesso, a Virgin Galactic dará assim início à exploração do turismo espacial, no primeiro trimestre de 2021, com o voo inaugural a transportar o próprio líder da empresa.

As expetativas da Virgin Galactic são muito elevadas. Cada bilhete para uma “voltinha” pelo espaço custa cerca de 250 mil dólares e já pode candidatar-se a participar nos futuros voos espaciais turísticos da empresa, através de um registo online com um depósito reembolsável de 1.000 dólares para viajar mais cedo do que os outros candidatos, dando-lhe prioridade assim que os bilhetes estiverem disponíveis. O programa chama-se One Small Step.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.