“Grande parte da tecnologia que vai permitir a condução autónoma está a nascer aqui em Portugal”. Foi assim que Carlos Ribas explicou o investimento de 54,7 milhões de euros na segunda fase de uma parceria com a Universidade do Minho, a Innovative Car HMI.

Durante o Innovative Car Experience, evento que marcou o encerramento deste programa, as duas parceiras tiveram a oportunidade de mostrar os diversos projetos de investigação que procuraram encontrar soluções para uma mobilidade sem acidentes, emissões ou stress e para uma maior eficiência nos processos de produção.

Entre outras soluções, a iniciativa marcou a estreia em Portugal de tecnologias como a comunicação entre carros, bem como permitiu mostrar in loco  o novo Home Zone Park Assist, um sistema que permite o estacionamento autónomo de veículos.

Angela Merkel de “visita tecnológica” ao Norte de Portugal
Angela Merkel de “visita tecnológica” ao Norte de Portugal
Ver artigo

O sistema que permite a comunicação veículo-para veículo, veículo-para-infraestrutura e veículo-para-peão possibilita, com recurso à rede móvel 4G/5G, a identificação automática de situações de perigo ou emergência e desencadeia mecanismos de alerta.

O veículo passa a ser capaz de transmitir, receber e analisar informação sobre o ecossistema que o rodeia e a tomar decisões de forma preditiva. O sistema comunica via uma rede Wi-Fi que foi feita especificamente para veículos e que tem em conta a velocidade rápida a que têm que ser feitas as comunicações entre os veículos.

A tecnologia inovadora faz uma ligação interna à rede de sensores do veículo e depois faz uma ligação exterior através de um módulo de antenas que liga três antenas diferentes: uma que indica o posicionamento exato do automóvel e duas adicionais que permitem a comunicação entre ambos os veículos.

Desenvolvida por engenheiros da Bosch em parceria com investigadores da UMinho, esta tecnologia é “essencial para que os veículos possam vir a conduzir de forma completamente autónoma já no início da próxima década e deverá ser testada numa parceria entre a Bosch e um fabricante automóvel europeu”, revelou a tecnológica.

A Bosch aproveitou o Innovative Car Experience para mostrar ao vivo e a cores o sistema que vai tirar muitas dores de cabeça a quem tem problemas a estacionar.

Com o Home Zone Park Assist, o condutor pode sair do carro, ativar no smartphone a função de estacionamento autónomo com um toque no display e observar tranquilamente a manobra. O veículo circula dentro do parque evitando obstáculos, procura um lugar livre e estaciona, otimizando o espaço necessário para o efeito. O sistema também permite que o condutor escolha tirar o carro do estacionamento de forma autónoma.

Para Carlos Ribas, estes e outros projetos indicam que a parceria entre indústria e academia “mostram claramente que Portugal e, mais concretamente, a Bosch em Braga, está na linha da frente no domínio da mobilidade”, estando a sair “daqui soluções tecnológicas avançadas para os veículos do futuro”.

Recorde-se que, depois de ter atingido 1,1 mil milhões de euros em 2016, a Bosch Portugal terminou o ano fiscal de 2017 com vendas no valor de 1,5 mil milhões de euros, um valor que se traduz num  crescimento de 37% em relação ao ano anterior.

Para estes números terá contribuído o crescimento contínuo verificado na Bosch Termotecnologia, em Aveiro, Bosch Tecnologias de Edifícios, em Ovar e, principalmente, na Bosch Car Multimedia Portugal, em Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.