O diretor executivo da Apple já confirmou: em 2014 a marca da maçã vai ter uma nova categoria de produtos. Muito se tem especulado, mas ainda não se sabe que equipamento pode vir a ser lançado. Mas o jornal San Francisco Chronicle diz ter uma nova versão da história: um equipamento focado na área da saúde que conseguirá, entre outras funcionalidades, ajudar a prever um ataque cardíaco.

A tecnologia de alerta terá por base o uso de sensores que "ouvem" o fluxo sanguíneo e analisa padrões para saber quando é que a saúde do utilizador pode estar em risco. A Apple estará a contar com a ajuda de Tomlinson Holman, criador da THX e do som surround 10.2, no desenvolvimento do equipamento.

Não é certo se esta tecnologia poderá ser aplicada a um relógio, a uma pulseira inteligente ou se poderá aparecer numa outra gama de dispositivos. A Apple não comentou a notícia.

A mesma publicação avança ainda que a tecnológica de Cupertino também está interessada em entrar no segmento automóvel, tendo havido conversas entre altos responsáveis da Apple e Elon Musk, o CEO da Tesla Motors. O San Francisco Chronicle fala mesmo na possibilidade de a Apple comprar a Tesla.

De acordo com a informação do jornal norte-americano, os responsáveis da Apple estão a abrir novos caminhos que podem ser explorados pela empresa, numa altura em que o mercado dos smartphones atingiu a maturação e pode começar a estagnar nos grandes mercados.

Certo parece o facto de que a Apple está a reforçar o seu portfólio tecnológico, sobretudo pela vaga de investimentos que a tecnológica tem feito: nos últimos 15 meses a Apple comprou 21 empresas, mas nenhuma delas acima dos mil milhões de dólares. Um dos negócios teve como alvo a PrimeSense, empresa responsável pelo desenvolvimento do Kinect, enquanto a compra da WifiSLAM tinha em vista a tecnologia de geolocalização em interiores.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.