O evento anual Apple Worldwide Developers Conference (WWDC) foi transmitido diretamente da Apple Park em Cupertino. Devido à pandemia de COVID-19, esta edição será totalmente digital, à semelhança do ano passado.

Como é habitual, o encontro com os developers começou com uma conferência de Tim Cook, onde foi revelado o futuro dos sistemas operativos dos equipamentos da gigante tecnológica, com a participação de criadores que produzem aplicações para as plataformas. O WWDC costuma ser um importante palco de revelações importantes sobre os sistemas operativos e equipamentos da Apple. No ano passado, a empresa da maçã revelou a sua nova arquitetura Apple Silicon para os Macs, assim como as mudanças nos  sistemas operativos.

Este ano, e ao tom de um musical para uma plateia virtual repleta de memojis, Tim Cook entrou em palco para dar as boas-vindas aos developers, revelando que a edição de 2020 bateu recordes de audiência, com mais de 25 milhões de visualizações, demonstrando que o digital veio mesmo para ficar. A Apple afirma que é uma força para ajudar a ultrapassar a crise imposta pela pandemia, e promete um evento repleto de inovações e apps.

iOS 15 - Gestão de notificações e partilhas facilitadas com amigos

Começando pelo iOS 15, a Apple quer manter a experiência de conectar e completar a forma como os iPhones se interligam. Promete mais conetividade, sobretudo numa altura em que a pandemia obriga a limitações, obrigando a comunicar através da tecnologia. O Facetime foi salientando como uma ferramenta para ligar as pessoas. Este ano promete as chamadas telefónicas via Facetime mais naturais, com spatial audio, para tentar diminuir a barreira da distância, melhorando a qualidade do som. Uma das soluções é utilizar machine learning e IA para diminuir o ruído em torno das chamadas. Na demonstração foi possível desligar o ruído de um aspirador de fundo durante uma chamada. Quanto ao vídeo, é possível ligar o Grid View, com maior destaque para quem está a falar.

Tem ainda o modo portrait, desfocando o fundo, salientando o utilizador. Pode ainda gerar links no FaceTime Links para trocar mensagens com links durante as chamadas. A tecnologia é compatível com outras aplicações, incluindo WhatsApp em equipamentos Android. O SharePlay permite ouvir músicas com amigos e partilhar vídeo durante a conversação para verem um filme ou série juntos, ou mesmo ver fotografias do álbum. Ao premir SharePlay, um utilizador passa a partilhar o conteúdo que está a assistir, com apenas um toque, com todos os amigos da chamada. E pode manter o ecrã do conteúdo enquanto continuam a conversar por mensagens. E com a particularidade de que todos estão sincronizados. A Apple disponibiliza ainda a API SharePlay para que possa ser utilizado por terceiros, como as apps da Disney+, Tik Tok, Hule, HBO Max, e outros. O sistema vai mais longe na partilha de momentos de jogos, não só entre iPhones como todo o ecossistema de equipamentos da Apple.

A funcionalidade "Share with You", permite agora guardar links na conversa, criando uma espécie de play list de conteúdos partilhados que podem ser consultados mais tarde, tais como links de notícias. Esta secção pode ser utilizada para a partilha de memórias de fotografias e vídeos, numa coleção criada pelos próprios amigos e familiares. Links, imagens ou músicas dos serviços podem ser partilhadas entre os equipamentos da Apple.

O novo sistema operativo tem ainda novidades para manter o foco dos utilizadores. As notificações, como já havia sido antecipado, passam a ser agora arrumadas, para que sejam consultadas mais tarde. O Notification Summary permite aceder ao histórico, divididas em diferentes categorias, desde mensagens de amigos  ou das apps. O modo "Não incomodar" permite avisar automaticamente os utilizadores que enviam mensagens do seu estado ausento, seja no trabalho, a dormir ou em momentos familiares. Pode mesmo filtra as notificações de trabalho, e colocá-las em destaque na Home do smartphone. Pode ainda criar um perfil de foco, com todas as notificações que são prioritárias e importantes.

O sistema Live Text permite extrair as palavras ou textos que estão nas fotografias, e passam a ser editados num documento. Um quadro com uma lista com tarefas escritas podem ser rapidamente registadas através da câmara fotográfica. O modo Spotlight permite encontrar rapidamente fotografias escrevendo palavras-chave, que são identificadas através de IA, como por exemplo, escrever Golden Gate, e aparecem as fotografias com a famosa ponte de São Francisco.

Há também novidades nas Memórias, permitindo criar cartões animados, com músicas de Apple Music para ilustrar esse momento. Quanto ao Apple Pay, há também novidades para que possa realizar transações de forma mais automática, sem a necessidade de usar carteiras. A aplicação adicionou mais chaves, desde os códigos de casa, automóveis, e agora também as chaves dos quartos de hotel já podem ser configurados. Também os documentos pessoais, como a carta de condução vão poder ser adicionados ao smartphone. Pode tirar uma fotografia ao cartão e todos os dados importantes são importantes.

A aplicação de meteorologia também foi atualizada, com mais animações e gráficos, para oferecer aos utilizadores mais informações sobre o estado do tempo. A posição do sol e o volume das nuvens durante a chuva são mais representativas. E também os mapas são "pintados" com as cores do tempo, para melhor facilitar a sua identificação.

O Maps foi atualizada com novas funcionalidades, com novas localizações em 3D, onde é possível ver com detalhe as elevações. Os marcos principais, como pontes e monumentos são agora representados tridimensionalmente, tornando a navegação mais assertiva e divertida. A visão aérea das estradas é mais detalhada, permitindo ver os semáforos e cruzamentos com um detalhe "impossível" de enganar. Para além destas novidades para usar durante a viagem de carro, também a pé é mais detalhado, com funcionalidades sincronizadas com o smartphone, desde avisar a próxima estação de comboio a sair, por exemplo. Tem ainda novos elementos de realidade aumentada com setas flutuantes, para facilitar a navegação pela cidade.

AirPods - melhoria na conversação e Find my App

Os pequenos auscultadores permite agora anunciar notificações, desde entregas de encomendas ou refeições, quando emparelhado com o iOS 15. Também tem novas opções para reduzir o barulho em locais com mais ruídos. Também está emparelhado com o Find my App, permitindo encontrar facilmente os auriculares quando os perde debaixo do sofá, ou outro local mais estranho. Promete áudio tridimensional através de Spatial Áudio, esteja a ouvir do smartphone ou da televisão. Também pode usar no iPad e Macs, portanto, em todos os equipamentos do ecossistema da Apple. O sistema Dolby Atmos chegou à Apple Music, para que possa assistir a música com melhor qualidade.

iPadOS  15 - novidades para o ecrã principal e possibilidade de programar diretamente do tablet

A Apple revelou que muitas das novidades do novo sistema operativo para o iPad passam pela personalização do ecrã principal, o Home Screen. Através de um toque pode colocar os widgets e outros conteúdos onde quiser. Pode criar uma página só com widgets de entretenimento ou apenas para gaming. Ou agrupar tudo o que diz respeito ao trabalho. O App Library permite ter acesso aos conjuntos de apps arrumadas por categoria, sendo muito fácil de encontrar e ordená-las.

O sistema Multitasking foi atualizado para ser mais fácil de utilizar diversas aplicações em simultâneo. Pode trabalhar em duas apps em simultâneo, dividindo o ecrã em duas partes, permitindo, por exemplo ouvir um áudio, enquanto está a tomar notas. Pode navegar rapidamente entre as aplicações e destacar as que está a utilizar. Pode empurrar uma app contra a outra e criar uma espécie de cortinas de aplicações abertas que pode saltitar entre si.

O Notes tem novidades em colaboração, com a introdução de menções, para puxar outras pessoas para o assunto dos textos. E até pode adicionar tags durante o texto, para criar atalhos de assuntos. O Quick Note permite escrever ou pintar rapidamente numa espécie de post it, e no fim arrastar para fora para fechar. Pode adicionar rapidamente links às notas, sempre que visita um website, assim como aplicações (mesmo produzidas por terceiros).

O Translate chegou ao iPad com funcionalidades próprias, permitindo traduzir documentos automaticamente, através do Auto Translate, que identifica as línguas. Basta selecionar uma frase e clicar na tradução automática. A funcionalidade é transversal ao iOs 15, iPad 15 e macOS. Os utilizadores vão poder criar apps diretamente no iPad, para os developers poderem testarem imediatamente o resultado. A Apple convida assim os utilizadores a criarem a sua app para iPad ou iPhone diretamente do tablet.

A garantia de que a privacidade é fulcral para a Apple

A Apple diz que a privacidade é um direito humano, independentemente do tipo de tecnologia. A empresa quer proteger os dados dos utilizadores, ao mesmo tempo que incentiva a maior transparência. O mail, por exemplo, é descrito como ter pixeis "invisíveis" que controlam as atividades dos utilizadores. O novo sistema protege o email, esconde o IP dos utilizadores. No que diz respeito à transparência, os utilizadores agora sabem tudo o que as apps estão a fazer, sempre que acedem a dados sensíveis, e mesmo quando foram utilizadas pela última vez.

A Siri também foi atualizada e já dá "voz" a 600 milhões de utilizadores por mês. Apesar de várias novidades a caminho, incluindo a possibilidade de mudar a voz para masculino, hoje é sobre a privacidade que a empresa quer falar. O áudio nunca sai do equipamento, ou seja, nem conversas nem que músicas está a ouvir é registado remotamente. Todas as instruções dadas à Siri não passam do equipamento, sendo processados ainda mais rapidamente.

Virando as agulhas ao iCloud, a cloud da Apple também recebeu novidades. Os utilizadores têm a oportunidade de dar acesso a amigos e familiares a possibilidade de aceder aos contactos e outros conteúdos na cloud. Mesmo o acesso a pessoas que faleceram tornou-se mais fácil. A Apple apresentou ainda o iCloud+, com novidades como o serviço Public Relay, impedindo que outros utilizadores ou serviços saibam o que está a aceder. Pode agora registar-se em websites ou serviços sem partilhar o seu endereço de email aos respetivos hosts. O iCloud+ será um novo serviço pago da Apple.

Há novidades na aplicação de Saúde (Health). Este ano tem três novas funcionalidades sobre a deteção de quedas, durante a mobilidade, por exemplo. As métricas já utilizadas para registar os movimento dos utilizadores agora identifica a forma como o utilizador anda, detendo mudanças na estabilidade, balanço e coordenação ao longo do tempo. Por exemplo, comparar a forma como caminha antes e depois de uma queda, procurando analisar a gravidade da mesma. Os utilizadores podem receber notificações sobre estas alterações. A app identifica ainda outros indicadores que podem ser partilhados com os médicos, em vez de ter que se lembrar de todos os detalhes sobre a sua saúde. Pode mostrar, de forma segura, com o seu médico, que tem acesso ao histórico ao longo do tempo. A Apple garante que mais ninguém, incluindo a mesma, pode ter acesso a estes dados privados.

A família também tem acesso à partilha de dados médicos, para que a família possa acompanhar o estado de saúde, sobretudo útil para membros mais idosos. Pode ver automaticamente o estado de saúde de um familiar, e caso haja alguma alteração a notar, pode começar de imediato uma conversa por mensagens sobre o assunto.

WatchOS - Mais apps de fitness e memórias

Foram introduzidas novidades no sistema operativo do Apple Watch. As animações do do ecrã prometem criar melhores sensações mindfullness para que se sinta melhor quando olha para o relógio. Há novas notificações sobre a qualidade de sono, por exemplo. Já no que diz respeito ao fitness, há também novidades, introduzindo ferramentas de ioga e meditação. Conte com novas atividades de fitness no serviço, acompanhado por músicas de artistas como Jeniffer Lopez e Lady Gaga.

Também já pode ver fotografias em modo portait, para manter as pessoas que mais gosta próximas de si. Pode ajustar o tamanho da imagem diretamente do regulador na lateral do relógio. Pode aceder às memórias das fotografias e ter acesso à partilha por mensagem ou email diretamente do Apple Watch. Encontrar vídeos e fotografias no WatchOs é mais fácil também.

HomeOS - Ecossistema doméstico

A Apple quer que a tecnologia de casa seja fácil de usar, e ao mesmo tempo, trabalhem juntos da melhor forma, em privado e seguro. O sistema operativo "repesca" as melhores funcionalidades dos restantes sistemas operativos do ecossistema Apple. Como por exemplo, o sistema de Share, partilhar filmes com amigos, neste caso na sala de estar, a partir da Apple TV. O iPod Mini passa a gerir o som da televisão, para melhor qualidade.

O Siri também permite que os utilizadores façam marcações e outros pedidos de forma independente. O sistema foi aberto a outros equipamentos fora do ecossistema Apple, para adicionar novos acessórios ao conjunto. A conexão ao Apple Watch, permite ver do relógio inteligente quem toca à campainha, ou receber notificações de encomendas entregues em casa.

macOS Monterey é o novo sistema operativo dos computadores macs

Os computadores da Apple não foram esquecidos nesta apresentação. O BigSur foi a grande atualização do ano passado, mas a próxima atualização promete novidades, e chama-se agora Monterey. Share play torna mais fácil partilhar conteúdos, mas também o Universal Control permite usar apenas um teclado e rato para controlar todos os equipamentos de forma rápida. Basta colocar um iPad ao lado de um portátil, e sem qualquer instalação ou app, pode arrastar o rato de um equipamento para o outro, utilizando o tablet como segundo ecrã. Pode alternar entre as aplicações de diferentes equipamentos graças ao Universal Control. E trabalha com mais de dois equipamentos.

No evento foi adicionado ainda o iMac à equação, permitindo utilizar o rato para arrastar conteúdos entre eles, como por exemplo, puxar um vídeo do iPad para editar no Final Cut do iMac.

O AirPlay to Mac funciona da forma tradicional, mas permite envolver o Mac na conjunto de partilhas. Pode ver um filme no iPhone, usando as poderosas colunas do iMac, por exemplo. A atualização do sistema operativo foi atualizado com o Shortcuts, permitindo partilhar imagens ou documentos entre utilizadores e outros equipamentos, com apenas um clique. "Shorcuts é o futuro da automatização da Apple", diz a empresa, facilitando o work flow dos utilizadores.

O navegador Safari continua a evoluir, e a Apple diz que é o browser mais rápido do mundo. Novas funcionalidades de privacidade são esperadas, mas também de produtividade. A empresa realinhou a barra de navegação, criando grupos de tabs, arrumando as páginas para não distrair os utilizadores. Pode facilmente criar grupos de endereços por tema, sejam notícias, receitas, e tudo é sincronizado entre os equipamentos da Apple. No iPhone, a barra de endereços está na parte inferior do ecrã, para que possa com um toque navegar e aceder à mesma, de uma forma mais simples e intuitiva. iPad e iPhone recebem agora as extensões, funcionando da mesma forma.

Este ano a Apple introduziu novas APIs, desde o Find My App, cloud, Shazam e muitos outros. E o novo Object Capture, que permite pegar em imagens 2D e transformar em 3D, em apenas alguns minutos. Pode depois usar os objetos em apps de realidade aumentada, por exemplo. A funcionalidade será útil para quem deseja vender online os seus produtos, criando imagens mais autênticas e em 3D dos mesmos.

O sistema Swift  apresenta o Concurrency, que a Apple diz ser a funcionalidade mais pedida. Permite aos developers sincronizar código para que seja mais rápido identificar os erros e acelerar o tempo de programação. O Xcode Cloud e o TestFlight, que chega agora ao Mac, faz testes em paralelo, ajudando os developers a testar o código em todos os equipamentos associados. Desta forma, os developers podem trabalhar sem mudar de ferramentas, mantendo o foco no que estão a trabalhar. O objetivo é ajudar a produzir apps mais rápido e melhores. A beta tem início hoje, para utilizadores selecionados.

No que diz respeito à App Store, a Apple introduziu o in-app Events, para que possam descobrir rapidamente eventos, sejam filmes, desporto ou mesmo videojogos, que podem ser colocados no ecrã principal do equipamento, para que possa ser rapidamente recordado.


Em antevisão

Um dos rumores para a edição deste ano centram-se na possibilidade da Apple anunciar um novo MacBook Pro, com o regresso do sistema de carregamento magnético MagSafe que foi implementado nos portáteis de 2006 e desaparecidos desde 2016. Ainda sobre o portátil, espera-se que substitua a Touch Bar por botões físicos.

A fabricante poderá estar a planear dois novos chips para o seu portátil, ambos com oito núcleos de alta performance e dois de eficiência energética. A subida da memória dos 16 GB para 64 GB poderá ser também uma das atualizações. Versões de 14 ou 16 polegadas de ecrãs, que também vão ser melhorados ao nível de contraste e brilho. Os rumores focam-se ainda na possibilidade da Apple falar de um novo MacBook Air, um MacBook Pro de gama de entrada, MacBook Pro workstation, um poderoso Mac mini e um iMac maior. Um autêntico cartão de bingo que só logo se poderá confirmar.

Sobre o sistema operativo do iPhone, o iOS 15 poderá apresentar melhorias nas notificações. Fala-se de diferentes perfis de notificações para quando está a conduzir, a trabalhar ou a dormir, assim como um personalizado pelo utilizador. Neste caso, pode criar respostas automáticas mediante o tipo de perfil, como por exemplo, alertar que está a conduzir. Ainda no que diz respeito ao iOS 15, esperam-se mais funcionalidades de privacidade, tal como alertas aos utilizadores quando as aplicações estão a recolher dados sobre si.

Segundo a Bloomberg, a Apple quer tornar o iMessagens numa app mais próxima de uma rede social, à semelhança do WhatsApp.

Para o iPadOS 15, esperam-se atualizações profundas ao ecrã principal, oferecendo maior flexibilidade aos utilizadores de colocam os widgets onde entenderem. Os especialistas esperam ainda novas funcionalidades que tirem vantagem dos novos modelos de iPad Pro com o mais recente processador M1 da Apple. Poderá ter melhorias nas funcionalidades de acessibilidade, sobretudo direcionadas a utilizadores com dificuldades auditivas.

Já os rumores em torno dos restantes sistemas operativos não são muitos, embora se esperem novidades para o MacOS, WatchOS 8 e TVOS 15. Até porque o Mac recebeu uma grande atualização no ano passado. Espera-se, no entanto, que a Apple adicione um novo sistema operativo à família, o homeOS. A dica foi dada pela própria gigante tecnológica, numa oferta de trabalho, que depois acabou rapidamente por ser retirada. Nada se sabe sobre o mesmo, mas pelo nome poderá ser focada em produtos IoT, incluindo Apple TV e HomePod Mini.

Há anos que se espera a posição da Apple sobre a tecnologia de realidade aumentada e virtual. Será desta que a empresa revela alguma coisa sobre o seu headset? Os rumores são muitos, desde o seu peso leve de 150 gramas, que servirá de base a um iPhone, assim como a adoção de lentes fornecidas pela Fresnel, capazes de aumentar o campo de visão, mas ao mesmo tempo são finas e de peso reduzido.

O headset VR estará equipado com uma dúzia de câmaras que servirão para fazer tracking às mãos dos utilizadores e mostrar-lhes, em vídeo, o mundo real através dos dois ecrãs de 8K de resolução. A ideia parece passar por captar o mundo, processar com elementos virtuais e apresentar uma experiência de realidade mista aos utilizadores. O sistema poderá ter ainda tecnologia avançada de eye-tracking, naquele que pode ser o mais ambicioso equipamento de realidade mista. Recentemente a Apple registou uma patente de um dispositivo para realidade aumentada e virtual que se "veste" nos pés. Ou seja, um sensor háptico para os pés dos utilizadores para experiências mais imersivas.

Estas são as principais novidades da Apple que podem ser anunciadas no WWDC 2021. Mas há espaço para surpresas.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada durante o WWDC, adicionando as novidades à medida que eram anunciadas.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.