O ano de 2017 trouxe uma evolução positiva da economia e registou um aumento do consumo dos portugueses que continuam a preferir as compras presenciais, conclui o relatório dos sistemas de pagamentos do Banco de Portugal relativo ao ano passado.

Embora o número de portugueses que faz compras online esteja a aumentar, tendo crescido de 31% para 34%, as operações pela internet parecem ainda conquistar poucas pessoas. Apenas 3,9% do número de operações e 5,9% do valor total das compras realizadas no ano passado foram efetuadas neste registo.

Número de portugueses a comprar online está a crescer mas empresas continuam atrasadas na digitalização
Número de portugueses a comprar online está a crescer mas empresas continuam atrasadas na digitalização
Ver artigo

“Um em cada dois carrinhos de compras online é abandonado”, referiu Madalena Tomé, presidente executiva da SIBS, na conferência organizada pelo Banco de Portugal para a apresentação do relatório. “Há aqui bastante trabalho a fazer”, concluiu.

As novas tecnologias e a internet facilitam o contato entre compradores e vendedores, mas também trazem novos riscos, aos quais os portugueses têm respondido com um maior número de reclamações.

Por fim, também o recurso à tecnologia de leitura por aproximação do cartão de pagamento (contactless) continua sem ter grande relevância no dia-a-dia dos portugueses. Só 1,6% do número de operações e 0,6% do valor total em compras foram pagos desta forma.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.