Já são perto de meio milhão os clientes da EDP com factura electrónica, cerca de sete por cento do total, mas a empresa quer mais e pretende chegar a 2012 com 11% dos consumidores facturados electronicamente.

"Temos actualmente quase meio milhão de clientes com factura electrónica", referia Jorge Cruz de Morais, administrador da EDP, no Investor Day, citado pelo Jornal de Negócios.

Com sete por cento dos clientes a receber as contas relativas à energia pela Internet, a EDP quer conquistar para a facturação electrónica mais 200 mil clientes nos próximos dois anos.

Com a medida, a empresa quer poupar nos custos comerciais. Segundo dados citados pelo Negócios, de 2008 para 2009 o custo da facturação em Portugal caiu de 37 para 35 cêntimos por cliente.

Na cobrança, onde o custo por cliente se situou nos 23 cêntimos no ano passado, a EDP projecta uma poupança de 16 por cento até 2012, para os 19 cêntimos por consumidor.

Os benefícios apontados à adopção da factura electrónica são reconhecidos, e a taxa de adopção do documento tem vindo a crescer em Portugal, mas não a um ritmo desejável, segundo a APDSI, que num apelo recente do GAN chamou a atenção para o facto.

Segundo a associação, o Estado poderia ganhar 10 mil milhões de euros com a adopção generalizada da factura electrónica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.