Viciantes e personalizados ao gosto dos utilizadores, os Reels do Instagram vão agora ter uma audiência fixa no Facebook, com novas formas de rentabilização. O anúncio foi feito hoje por Mark Zuckerberg, o fundador e CEO da rede social que lidera a Meta.

A nova funcionalidade está disponível nas aplicações em iOS e Android, para criação de vídeos curtos e com ferramentas de edição, entre as quais o "Remix" , com a possibilidade de partilha nas Stories do Facebook.

Os vídeos representam quase metade do tempo que as pessoas passam no Facebook, e o Reels é o formato de conteúdo que mais cresce no Facebook e no Instagram. A Meta diz que está focada em tornar o Reels a melhor maneira de os criadores serem descobertos, se ligarem ao seu público e também de ganharem dinheiro.

Para os utilizadores a ideia é que seja uma experiênca divertida, com conteúdo relevante fácil de encontrar, e de partilhar.

Já experimentou fazer Reels? É a mais recente novidade do Instagram
Já experimentou fazer Reels? É a mais recente novidade do Instagram
Ver artigo

Entre os criadores que têm explorado o formato, a Meta destaca Kurt Tocci (e o seu gato Zeus) que partilham sketchs de comédia, a escritora Andrea Gibson que recita poesia, o casal nigeriano-americano Ling e Lamb que experimentam novos alimentos, e a bailarinaNiana Guerrero que recria as danças do momento com o #ZooChallenge.

"A Meta está focada em criar oportunidades para os criadores rentabilizarem os seus Reels. O ‘Reels Play bonus program’, parte de um investimento de mil milhões de dólares para criadores, é um programa que paga aos criadores elegíveis mais de 35 mil dólares por mês com base nas visualizações dos Reels", explica a empresa.

7 em cada 10 minutos online são passados em redes sociais. Streaming de vídeos ao vivo impulsiona preferências
7 em cada 10 minutos online são passados em redes sociais. Streaming de vídeos ao vivo impulsiona preferências
Ver artigo

Nos próximos meses, a Meta vai alargar o ‘Reels Play bonus program’ a mais países, de forma a que mais criadores sejam remunerados por criarem Reels que são apreciados pelas suas comunidades. Estão a ser preparadas também novas opções de monetização através da partilha de receitas de anúncios, e suporte dos fãs.

Uma das possibilidades que está em estudo é a sobreposição de anúncios - anúncios in-stream - que está aberto para criadores nos EUA, Canadá e México e que vai ser alargado a mais países em março.

Nas próximas semanas a aplicação do Facebook vai ter novas ferramentas de descoberta de Reels, como o Reels em Stories, Reels na tab Watch e no topo do feed de posts, mas também nas recomendações. Estão ainda a ser exploradas possibilidade de publicação cruzada no Facebook e Instagram.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.