A Apple confirmou ter feito um acordo de pagamento com as Finanças francesas. As “negociações” terminaram no final de dezembro e, segundo o avançado pela imprensa local, determinaram o pagamento de cerca de 500 milhões de euros.

Com o acordo, a gigante da maçã consegue saldar 10 anos de impostos atrasados. “Sabemos o papel importante dos impostos na nossa sociedade e pagamos as taxas em todos os países onde operamos, em plena conformidade com as leis e as práticas em vigor a nível local”, referiu a Apple France em comunicado, citada pela AFP, onde afirma igualmente estar “orgulhosa” da sua “contribuição” para a economia francesa.

Segundo o avançado pela publicação L’Express, as negociações entre a Apple e a Direction des Vérifications nationales et internationales, organismo francês responsável pelo controlo fiscal das grandes multinacionais, prolongaram-se durante meses.

Recorde-se que a França foi o primeiro país da UE a avançar com o chamado “GAFA tax”, denominação referente a um imposto direto sobre as empresas tecnológicas - que vai buscar o nome às iniciais da Google, Apple, Facebook, Amazon -, que cobra desde 1 de janeiro deste ano. Ao assinar o acordo no final de dezembro, a Apple conseguiu assim “escapar” às novas regras.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.